Liturgia diária: 33ª Semana do Tempo Comum – Apresentação de Nossa Senhora – Terça-feira – 21/11/2017

Primeira leitura: Profecia de Zacarias (Zc 2,14-17)

Festeje e fique alegre, filha de Sião, pois eu estou vindo para morar com você – oráculo de Javé. Nesse dia, numerosas nações vão aderir a Javé e passarão a ser o meu povo. Eu virei morar em seu meio, e você ficará sabendo que foi Javé dos exércitos quem me mandou a você. Javé tomará Judá como sua porção na terra santa e tornará a escolher Jerusalém. Silêncio diante de Javé, criaturas todas, pois ele se levanta em sua morada santa.

Opinião – alegria, esperança e respeito com a vinda de Deus para nossas vidas. Nosso protetor, nosso guia.

Salmo responsório (Lc 1,46-55)

— O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— A minh’alma engrandece ao Senhor, e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador,

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— pois ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. O Poderoso fez por mim maravilhas e Santo é o seu nome.

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— Seu amor, de geração em geração, chega a todos que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos.

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— Derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos e despediu, sem nada, os ricos.

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

O Poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

Opinião –quando deixamos Deus entrar em nossas vidas, nos deixamos guiar, iluminar pelo seu Conhecimento, diversas maravilhas acontecerão a nós.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 12,46-50)

Uma nova geração –Jesus ainda estava falando às multidões. Sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo.” Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos, pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está no céu, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.”

Opinião – Jesus eleva todos aqueles que agem conforme a fé em Deus ao status de sua família, são suas mães, seus irmãos. Quebra-se a corrente da sociedade onde sua vida era delimita pela sua origem familiar, assim também garantindo que as escolhas de cada um os tornariam dignos de serem salvos ou não.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo continua nessa linha de pensamento, explicando que ouvirmos e praticarmos os ensinamentos de Deus é que nos torna verdadeiros discípulos.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/33a-semana-tempo-comum-apresentacao-de-nossa-senhora-terca-feira/?sDia=21&sMes=11&sAno=2017

Liturgia diária: 25ª Semana do Tempo Comum – Sábado – 30/09/2017

Primeira Leitura: Profecia de Zacarias (Zc 2,5-9.14-15a)

Terceira visão: Só Javé protege – Levantei os olhos e vi um homem com o cordel de medir. Perguntei: “Aonde você vai?” Ele respondeu: “Vou medir Jerusalém, para ver qual é a sua largura e comprimento”. Então o anjo que falava comigo deu um passo à frente, e outro anjo veio ao encontro dele. E aquele disse a este: “Corra, vá dizer àquele moço que Jerusalém deve ficar sem muros, por causa da multidão de homens e animais que ela deverá acolher. Mas eu serei para ela – oráculo de Javé – muralha de fogo ao seu redor e, no meio, eu serei a sua glória”.

Javé está com seu povo – Festeje e fique alegre, filha de Sião, pois eu estou vindo para morar com você – oráculo de Javé. Nesse dia, numerosas nações vão aderir a Javé e passarão a ser o meu povo. Eu virei morar em seu meio.

Opinião – passagem profética, onde a visão demonstra como Deus irá ser nosso protetor e nosso guia em nossas vidas, aqui representados por Jerusalém e seus muros. Quando permitimos nossos corações a aceitarem a verdade de Deus, nossas ações ficam mais corretas, e além da proteção divina dele, também passamos a nos expor a menos riscos, sendo guiados por caminhos mais seguros no nosso dia a dia.

Responsório (Jr 31,10-13)

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Ouvi, nações, a palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: Quem dispersou Israel, vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!

O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor:

O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra.

O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

Opinião – Esse trecho de Jeremias apresentado em forma de responsório reforça a ideia de proteção do Senhor em nossas vidas, importante notar que mesmo quando coisas ruins aconteceram conosco, ainda sim a presença de Deus nos trará traça após esses momentos difíceis.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9,43b-45)

Todos ficaram admirados com a grandeza de Deus. O povo estava admirado com tudo o que Jesus fazia. Então Jesus disse aos discípulos: “Prestem atenção ao que eu vou dizer: o Filho do Homem vai ser entregue na mão dos homens.” Mas os discípulos não compreendiam o que Jesus dizia. Isso estava escondido a eles, para que não entendessem. E tinham medo de fazer perguntas sobre o assunto.

Opinião – Jesus já preparava os discípulos para as dificuldades que eles enfrentariam, pois sabia que elas são uma parte da vida. Ele também pedia ao Pai orientações de como enfrentar as dificuldades, mesmo com todo o conhecimento e poder que Ele possuía. A nós também é reservada uma parte de dificuldades, devemos estar preparados para enfrentar elas, superá-las, sempre tendo como guia, como luz para o nosso caminho, o exemplo de Jesus, o Conhecimento da Palavra de Deus como base para nosso desenvolvimento.

A homilia de hoje do Padre Roger Araújo expande essa questão de não perguntarmos e procurarmos eliminar nossas duvidas do reino de Deus, selecionamos aquilo que nos interessa delas e preferimos ‘esquecer’ aquilo que não achamos ser correto para nós. Não devemos ser assim se realmente queremos ter uma vida plena e correta: devemos fazer aquilo que sabemos ser certo, que por preguiça, influencia do mundo deixamos de lado. Devemos seguir o exemplo de Jesus e seus mandamentos em tudo, para que assim a mudança comece em nós e espalhe por toda a comunidade.

Um bom sábado a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/25a-semana-tempo-comum-sabado/?sDia=30&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 25ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira – 26/09/2017

Primeira Leitura: Livro de Esdras (Esd 6,7-8.12b.14-20)

Naqueles dias, o rei Dario escreveu ao governador do território da outra margem do rio Eufrates: “Deixa que prossigam os trabalhos no templo de Deus. Que o governador de Judá e os anciãos dos judeus edifiquem a casa de Deus no seu lugar.

Também ordenei como se deve proceder com aqueles anciãos dos judeus que constroem aquela casa de Deus: com os bens do rei, deveis reembolsar religiosamente e sem interrupção aqueles homens por tudo o que gastarem. Eu, Dario, dei esta ordem. Que ela seja pontualmente executada!”

E os anciãos dos judeus continuaram a construir, com êxito, de acordo com a profecia de Ageu, o profeta, e de Zacarias, filho de Ado, e puderam terminar a construção conforme a ordem do Deus de Israel e as ordens de Ciro, de Dario e de Artaxerxes, reis da Pérsia. Esta casa de Deus foi concluída no terceiro dia do mês de Adar, no sexto ano do reinado de Dario.

Os filhos de Israel, os sacerdotes, os levitas e o resto dos repatriados, celebraram com alegria a dedicação desta casa de Deus. Ofereceram, para a inauguração desta casa de Deus, cem touros, duzentos carneiros, quatrocentos cordeiros e, como sacrifício pelo pecado de todo o Israel, doze bodes, segundo o número das tribos de Israel.

Estabeleceram também os sacerdotes, segundo suas categorias, e os levitas, segundo suas classes, para o serviço de Deus, em Jerusalém, como está escrito no livro de Moisés.

Os deportados celebraram a Páscoa no dia catorze do primeiro mês. Como todos os levitas se haviam purificado, juntamente com os sacerdotes, estavam puros; e, assim, imolavam a Páscoa para todos os filhos do cativeiro, para os sacerdotes seus irmãos e para eles próprios.

Opinião – passagem bíblica da reconstrução do Templo de Deus em Jerusalém e o impacto na sociedade da época.

Salmo responsório (Sl 121)

— Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

— Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

— Que alegria, quando ouvi que me disseram: “Vamos à casa do Senhor!” E agora nossos pés já se detêm, Jerusalém, em tuas portas.

— Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

— Jerusalém, cidade bem edificada num conjunto harmonioso; para lá sobem as tribos de Israel, as tribos do Senhor.

— Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

— Para louvar, segundo a lei de Israel, o nome do Senhor. A sede da justiça lá está e o trono de Davi.

— Que alegria, quando me disseram: “Vamos à casa do Senhor!”

Opinião – salmo para nos lembrar de darmos graças por podermos voltar a Casa de Deus, lembrando que por muito tempo a simples menção de queremos ir até ele era considerada um crime. Que tenhamos fé e estejamos preparados para evitar que esses tempos voltem.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 8,19-21)

Naquele tempo,a mãe e os irmãos de Jesus aproximaram-se, mas não podiam chegar perto dele, por causa da multidão. Então anunciaram a Jesus: “Tua mãe e teus irmãos estão aí fora e querem te ver”. Jesus respondeu: “Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus, e a põem em prática”.

Opinião – Jesus veio para quebrar as regras de uma sociedade cabeça dura e com corações de pedra: aqui ele mostra que além dos laços familiares, há também os laços de fé, criando uma família composta por aqueles que seguem a Palavra de Deus.

O Padre Roger Araújo expande essa ideia da Família de Deus estar além dos laços de sangue ou criação na homilia de hoje.

Boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/25a-semana-tempo-comum-terca-feira/?sDia=26&sMes=09&sAno=2017