Liturgia Diária: 24ª Semana do Tempo Comum – Sábado – 23/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 6,13-16)

Diante de Deus, que dá a vida a todas as coisas, e de Jesus Cristo, que deu testemunho diante de Pôncio Pilatos numa bela profissão de fé, eu ordeno a você: guarde o mandamento puro, de modo irrepreensível, até a Aparição de nosso Senhor Jesus Cristo. Essa Aparição mostrará, nos tempos estabelecidos, o Bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que possui a imortalidade, que habita uma luz inacessível, que nenhum homem viu, nem pode ver. a ele, honra e poder eterno, Amém!

Opinião – nessa passagem Paulo instrui não só Timóteo, mas também a todos nós que devemos nos manter atentos e seguindo os mandamentos de Cristo até nos encontrarmos com ele, assim procurando vivermos uma vida correta, direita, e que permita nosso desenvolvimento por completo.

Salmo Responsório (Sl 99)

– Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

– Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele cantando jubilosos!

Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

– Sabei que o Senhor, só ele é Deus. Ele mesmo nos fez, e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho!

Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

– Entrai por suas portas dando graças, e em seus átrios com hinos de louvor; dai-lhe graças, seu nome bendizei!

Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

– Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente!

Com canto apresentai-vos diante do Senhor!

Opinião – salmo instrui a não ficarmos sempre ranzinzas ou só mente lembrarmos de Deus nos nossos momentos mais difíceis, devemos sim estarmos junto a ele nos nossos momentos de Alegria também, podemos contar com Deus para nos ajudar, mas não devemos nos esquecer de agradecer a ele quando as coisas estiverem fluindo da maneira que lutamos para conquistar.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 8,4-15)

Uma colheita custosa – Ajuntou-se uma grande multidão, e de todas as cidades as pessoas iam até Jesus. Então ele contou esta parábola: “O semeador saiu para semear a sua semente. Enquanto semeava, uma parte caiu à beira do caminho; foi pisada e os passarinhos foram e comeram tudo. Outra parte caiu sobre pedras; brotou e secou, porque não havia umidade. Outra parte caiu no meio de espinho; os espinhos brotaram juntos e a sufocaram. Outra parte caiu em terra boa; brotou e deu fruto, cem por um.” Dizendo isso, Jesus exclamou: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.”

O mistério da missão de Jesus – Os discípulos perguntaram a Jesus o significado dessa parábola. Jesus respondeu: “Vocês foi dado conhecer os mistérios do Reino de Deus. Mas aos outros ele vem por meio de parábolas, para que olhando não vejam e ouvindo não compreendam.”

Compreender a Palavra nos conflitos – “A parábola quer dizer o seguinte: a semente é a Palavra de Deus. Os que estão à beira do caminho são aqueles que ouviram; mas depois chega o diabo e tira a Palavra do coração deles, para que não acreditem, nem se salvem. Os que caíram sobre a pedra são aqueles que, ouvindo, acolheram com alegria a Palavra. Mas eles não têm raiz; por um momento, acreditam; mas na hora da tentação voltam atrás. O que caiu entre os espinhos são aqueles que ouvem, mas, continuando a caminhar, se afogam nas preocupações, na riqueza e nos prazeres da vida, e não chegam a amadurecer. O que caiu em terra boa são aqueles que, ouvindo de coração bom e generosos, conservam a Palavra e dão fruto na perseverança.”

Opinião – passagem que ensina que temos que não somente ouvir, mas deixar o Conhecimento da Palavra agir em nossas vidas, ouvir, aceitar, entender ele, e deixar essa Sabedoria guiar nossas vidas. Além disso também é um ensinamento sobre onde devemos dirigir nossos esforços: não devemos perder nosso tempo tentando ensinar para aqueles que não querem aprender, ou tentar ajudar os que não querem ser ajudados: até mesmo a Palavra de Deus, o seu Conhecimento e sua Sabedoria, que seriam fáceis de serem compreendidos pois seguem regras naturais (não fazer ao próximo o que você não quer que seja feito a você), ficam perdidos quando são entregues a aqueles que não querem ouvir.

O Padre Roger de Araújo na homilia de hoje trabalhar justamente como podemos tornar nossos corações mais propícios para que a Palavra de Deus floresça em nós.

Um bom sábado à todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/24a-semana-tempo-comum-sabado/?sDia=23&sMes=09&sAno=2017

Liturgia Diária: 24ª Semana do Tempo Comum – Sexta-feira – 22/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 6,2c-12)

O falso doutor – Isto é o que você deve ensinar e recomendar. Pois, quem ensina coisas diferentes, que não concordam com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensinamento conforme a piedade, é cego, não entende nada, é doente à procura de discussões e brigas de palavras. É dai que nascem invejas, brigas, blasfêmias, suspeitas, polêmicas intermináveis, coisas típicas de homens de espírito corrupto e desprovidos da verdade. Eles supõem que a piedade é fonte de lucro. De fato, a piedade é grande fonte de lucro, mas para quem sabe se contentar. Pois não trouxemos nada para o mundo, e dele nada podemos levar. Se temos o que comer e com que nos vestir, fiquemos contentes com isso. Aqueles, porém, que querem tornar-se ricos, caem na armadilha da tentação e em muitos desejos insensatos e perniciosos, que fazem os homens afundarem na ruína e perdição. Porque a raiz de toso os males é o amor ao dinheiro. Por causa dessa ânsia de dinheiro, alguns se afastaram da fé e afligem a si mesmos com muitos tormentos.

O verdade doutor – Você, porém, homem de Deus, fuja dessas coisas. Procure a justiça, a piedade, a fé, o amor, a perseverança, a mansidão. Combata o bom combate da fé, conquiste a vida eterna, para a qual você foi chamado. Isso você o reconheceu numa bela profissão de fé diante de muitas testemunhas.

Opinião – passagem que procura deixar claro quais são nossos objetivos na vida: não acumular itens e riquezas materiais, mas viver uma vida plena, correta, procurando nos desenvolvermos por completo e ajudar nossos próximos nessa jornada, no Caminho para uma vida eterna, não por anos sem vim, mas vivida em sua plenitude.

Salmo Responsório (Sl 48)

– Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

– Porque temer os dias maus e infelizes, quando a malícia dos perversos me circunda? Por que temer os que confiam nas riquezas e se gloriam na abundância de seus bens?

Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

– Ninguém se livra de sua morte por dinheiro nem a Deus pode pagar o seu resgate. A isenção da própria morte não tem preço; não há riqueza que a possa adquirir, nem dar ao homem uma vida sem limites e garantir-lhe uma existência imortal.

Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

– Não te inquietes, quando um homem fica rico e aumenta a opulência de sua casa; pois ao morrer não levará nada consigo, nem seu prestígio poderá acompanhá-lo.

Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

– Felicitava-se a si mesmo enquanto vivo: “Todos te aplaudem, tudo bem, isto é que é vida!” Mas vai-se ele para junto de seus pais, que nunca mais e nunca mais verão a luz!

Felizes os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos céus.

Opinião – de nada adianta acumularmos riquezas nessa vida através de dias mal vividos. No final, todos voltamos a terra, viramos cinzas, deixamos esse mundo e dele não levamos nada, por isso devemos viver nossas vidas com plenitude, procurando viver cada minuto, cada momento com intensidade, com certeza, de maneira correta e direita, para termos a sensação de que não estamos desperdiçando a maior dádiva de Deus para nós.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 8,1-3)

As mulheres servem a Jesus – Depois disso, Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa Notícia do Reino de Deus. Os Doze iam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos maus e doenças: Maria, chamada Madalena, da qual haviam saído sete demônios; Joana, mulher de Cuza, alto funcionário de Herodes; Susana e várias outras mulheres, que ajudavam a Jesus e aos discípulos com os bens que possuíam.

Opinião – em uma sociedade machista como a daquela época, onde as mulheres era basicamente donas de casa e ponto, essa passagem demonstra a importância das mulheres no grupo de Jesus, não entrando na questão das teorias de que Jesus era casado com Maria Madalena e que os discípulos tinham ciúmes dela, é importante notar que os bens que elas possuíam não devem ser expressamente notados como bens materiais, mas sim a força que as mulheres tem superiormente a dos homens, não uma força física, mas aquela vontade de progredir, de continuar, de superar as dificuldades, dai vindo o ditado que atrás de todo grande homem, há uma grande mulher.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo reforça essa mensagem a importância das mulheres para Jesus.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/24a-semana-tempo-comum-sexta-feira/?sDia=22&sMes=09&sAno=2017

Liturgia Diária: 24ª Semana do Tempo Comum – Quarta-feira – 20/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 3,14-16)

Escrevo-lhe essas coisas esperando encontrá-lo em breve. Se eu me atrasar, você saberá como proceder na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade. De fato, como é grande o mistério da piedade: ele se manifestou na carne, foi justificado no espírito, apareceu aos anjos, foi anunciado aos pagãos, foi acreditado no mundo e exaltado na glória.

Opinião – final do trecho da carta onde Paulo informa a Timóteo que espera encontra-lo em breve, mas que sabe que Timóteo esta preparado para seguir no caminho de Cristo mesmo se Paulo não o encontrar mais. Por fim Paulo ressalta o milagre da vinda de Cristo e todos os seus feitos.

Salmo Responsório (Sl 110)

– Grandiosas são as obras do Senhor!

Grandiosas são as obras do Senhor!

– Eu agradeço a Deus de todo o coração junto com todos os seus justos reunidos! Que grandiosas são as obras do Senhor, elas merecem todo o amor e admiração!

Grandiosas são as obras do Senhor!

– Que beleza e esplendor são os seus feitos! Sua justiça permanece eternamente! O Senhor bom e clemente nos deixou a lembrança de suas grandes maravilhas.

Grandiosas são as obras do Senhor!

– Ele dá o alimento aos que o temem e jamais esquecerá sua Aliança. Ao seu povo manifesta seu poder, dando a ele a herança das nações.

Grandiosas são as obras do Senhor!

Opinião – Deus opera em nossas vidas diversos milagres, de diversos tamanhos, e de diversas maneiras. Demos graças a todos esses milagres, e saibamos valorizar cada dádiva que recebemos, não desperdiçando nosso potencial.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7,31-35)

Os filhos da sabedoria – “Com quem eu vou comparar os homens desta geração? Com quem se parecem eles? São como crianças que se sentam nas praças e se dirigem aos colegas, dizendo: ‘Tocamos flauta, e vocês não dançaram; cantamos música triste, e vocês não choraram’. Pois veio João Batista, que não comia e nem bebia, e vocês disseram:’Ele tem um demônio!’

Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e vocês dizem: ‘Ele é um comilão e beberrão, amigo dos cobradores de impostos e dos pecadores!’. Mas a sabedoria foi justificada por todos os seus filhos.”

Opinião – Jesus demonstra como o povo em muitas vezes não esta contente com o que tem: encontraram defeitos em João Batista e até mesmo em Jesus Cristo, pois o povo criou expectativas mundanas para o seu Salvador, que não veio para suprir essas vontades mundanas do povo, mas sim liderar os corações por um caminho de vida melhor, mais puro, mais direito, mais correto.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo chama nossa atenção para o devido comportamento junto a Palavra de Deus: deixemos nossa indiferença de lado, nossa frieza, e aceitemos de coração inteiro o Conhecimento e a Sabedoria da Palavra de Deus, somente assim ela irá preencher nossos corações, guiar nossa vida e permitir nosso desenvolvimento por completo.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/24a-semana-tempo-comum-quarta-feira/?sDia=20&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 24ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira – 19/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 3,1-13)

Organização da comunidade – É certo que se alguém aspira a um cargo de direção está aspirando a uma coisa nobre. É preciso, porém, que o dirigente seja irrepreensível, esposo de uma única mulher, ajuizado, equilibrado, educado, hospitaleiro, capaz de ensinar, não dado à bebida, nem briguento, mas indulgente, pacífico e sem interesse por dinheiro. Ele deve ser homem que saiba dirigir bem a própria casa, e cujos filhos lhe obedeçam e o respeitem. Pois, se alguém não sabe dirigir bem a própria casa, como poderá dirigir bem a cassa de Deus? Que ele não seja recém-convertido, a fim de que não fique cheio de soberba e seja condenado como foi o diabo. Exige-se ainda que ele tenha boa fama entre os de fora, para não cair no descrédito e nos laços do diabo.

Os diáconos igualmente devem ser dignos de respeito, homens de palavra, não inclinados à bebida, nem ávidos de lucros vergonhosos. Conservem o mistério da fé com a consciência limpa. Também eles devem ser primeiramente experimentados e, em seguida, se foram irrepreensíveis, sejam admitidos na função de diáconos.

Também as mulheres devem ser dignas de respeito, não maldizentes, ajuizadas, fiéis em todas as coisas. que os diáconos sejam esposos de uma única mulher, dirigindo bem seus filhos e sua própria casa.

Pois aqueles que exercem bem o diaconato conquistam lugar de honra, e também muita coragem na fé em Cristo Jesus

Opinião – essa passagem é um verdadeiro manual de como escolher um líder para qualquer grupo, não só a Igreja, ou seja, valorizar as virtudes da pessoa. Além de ajudar a escolher um líder, também pode-se usar essa passagem como uma cartilha de boas praticas para nosso dia a dia, mesmo querendo ou não alcançarmos cargos de poder ou liderança na comunidade, mas em nossas vidas, devemos sempre liderar, e seguindo essas indicações, assim poderemos nos liderar pelo Caminho de Deus, sempre com o Conhecimento trabalhando como nosso guia.

Salmo Responsório (Sl 100)

– Viverei na pureza do meu coração!

Viverei na pureza do meu coração!

– Eu quero cantar o amor e a justiça, cantar os meus hinos a vós, ó Senhor! Desejo trilhar o caminho do bem, mas quando vireis até mim, ó Senhor?

Viverei na pureza do meu coração!

– Viverei na pureza do meu coração, no meio de toda a minha família. Diante dos olhos eu nunca terei qualquer coisa má, injustiça ou pecado.

Viverei na pureza do meu coração!

– Farei que se cale diante de mim quem é falso e às ocultas difama seu próximo; o coração orgulhoso, o olhar arrogante não vou suportar e não quero nem ver.

Viverei na pureza do meu coração!

– Aos fiéis desta terra eu volto meus olhos; que eles estejam bem perto de mim! Aquele que vive fazendo o bem será meu ministro, será meu amigo.

Viverei na pureza do meu coração!

Opinião – salmo de comprometimento, onde em vez de nos guiarmos pelos nossos desejos mundanos, carnais, manipulados pela manada que controla o comportamento grupal do mundo, vamos realmente seguir o desejo puro de nossos corações, sempre guiados pelo Conhecimento da Palavra de Deus.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7,11-17)

Deus visitou o seu povo – Em seguida, Jesus foi para uma cidade chamada Naim. Com ele iam os discípulos e uma grande multidão. Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto para enterrar; era filho único, e sua mãe era viúva. Grande multidão da cidade ia com ela. Ao vê-la, o Senhor teve compaixão dela e lhe disse: “Não chore!” Depois se aproximou, tocou no caixão, e os que o carregavam pararam. Então Jesus disse: “Jovem, eu lhe ordeno, levante-se!” O morto sentou-se e começou a falar. E Jesus o entregou à sua mãe. Todos ficaram com muito medo e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta apareceu entre nós, e Deus veio visitar o seu povo.” E a notícia do fato se espalhou pela Judéia inteira e por toda a redondeza.

Opinião – mesmo diante de um milagre desses o povo ainda considera Jesus um profeta, e ainda fica com medo, mesmo dando gloria. Para Jesus nada é impossível, mesmo que não faça sentido para nós e que desafie os limites da nossa mente, Jesus e Deus podem operar milagres em nossas vidas, considerando que a própria vida já seja o maior milagre, a mais importante dádiva que Deus nos dá. Não desperdicemos essa dádiva portanto.

Na homilia de hoje é destacado a compaixão de Jesus com a mãe que perderá seu filho, como o filho sai da mãe, mas elas jamais se desligam do filho, e como elas sofrem junto, muitas vezes mais do que os próprios filhos. Assim como Jesus, tenhamos compaixão de nossas mães e sejamos bondosos com elas.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/24a-semana-tempo-comum-terca-feira/?sDia=19&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 24ª Semana do Tempo Comum – Segunda-feira – 18/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 2,1-8)

Deus quer salvar a todos – Antes de tudo, recomendo que façam pedidos, orações, súplicas e ações de graças em favor de todos os homens, pelos reis e por todos os que têm autoridade, a fim de que levemos uma vida calam e serena, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador. Ele quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade. Pois há um só Deus e um śo mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem que se entregou para resgatar a todos. Esse é o testemunho dado nos tempos estabelecidos por Deus, e para o qual eu fui designado pregador e apóstolo – dia a verdade, não minto – , doutor das nações na fé e na verdade. Quero, portanto, que os homens orem em todo lugar, erguendo mãos limpas, sem ira e sem discussões.

Opinião – uma instrução a orarmos pedirmos não só por nós e pelos nossos próximos, mas por todos da comunidade, inclusive os mais poderosos, pois eles estando seguindo o Caminho de Deus, as comunidade poderá se desenvolver mais rapidamente e melhor, nada então de ficar amaldiçoando aqueles que tem mais posses ou poder do que nós, todos merecemos as dadivas e também o julgamento de Deus.

Salmo Responsório (Sl 27)

– Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!

Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!

– Escutai o meu clamor, a minha súplica, quando eu grito para vós; quando eu elevo, ó Senhor, as minhas mãos para o vosso santuário.

Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!

– Minha força e escudo é o Senhor, meu coração nele confia. Ele ajudou-me e alegrou meu coração; eu canto em festa o seu louvor.

Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplicas!

– O Senhor é a fortaleza do seu povo e a salvação do seu Ungido. Salvai o vosso povo e libertai-o; abençoai a vossa herança! Sede vós o seu pastor e o seu guia pelos séculos eternos!

Bendito seja o Senhor, porque ouviu o clamor da minha súplica!

Opinião – salmo que realça as ações de Deus em nossa vida quando enfrentamos dificuldades e aceitando o Conhecimento da sua palavra nos Desenvolvemos, crescemos, progredimos, sempre com a sua orientação, a sua liderança.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7,1-10)

A fé não tem fronteiras – Depois que terminou de falar todas essas palavras ao povo que o escutava, Jesus entrou na cidade de Cafarnaum. Havia aí um oficial romano que tinha um empregado, a quem estimava muito. O empregado estava doente, a ponto de morrer. O oficial ouvir falar de Jesus, e enviou alguns anciãos dos judeus, para pedir a Jesus que fosse salvar o empregado. Chegando onde Jesus estava, pediram-lhe com insistência: “O oficial merece que lhe faças esse favor, porque ele estima o nosso povo, e até construiu uma sinagoga para nśo.” Então Jesus pôs-se a caminho com eles. Porém, quando já estava perto da casa, o oficial mandou alguns amigos dizer a Jesus: “Senhor, não te incomodes, pois eu não sou digno de que entres em minha casa; nem sequer me atrevi a ir pessoalmente ao teu encontro. Mas dize uma palavra, e o meu empregado ficará curado. Pois eu também estou sob a  autoridade de oficiais superiores, e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: Vá, e ele vai; e a outro; Venha, e ele vem; e ao meu empregado: Faça isso, e ele o faz.” Ouvindo isso, Jesus ficou admirado. Voltou-se para a multidão que o segui e disse: “Eu declaro a vocês que nem mesmo em Israel encontrei tamanha fé.” Os mensageiros voltaram para a casa do oficial e encontraram o empregado em perfeita saúde.

Opinião – Passagem que demonstra como a nossa fé pode ser usada não somente para o nosso bem direto, mas também para queles que queremos bem, e assim também devemos expandir ela a todos e todas, a sociedade, a comunidade como um todo.

A homilia de hoje pelo Padre Roger Araújo traz um paralelo interessantes entre as passagens de hoje e o momento politico atual do pais e do mundo: não devemos só ficar xingando os políticos, devemos sim sermos melhores homens e mulheres, afinal eles são um pequeno exemplo da população, e orarmos por todos aqueles que queremos criticar e mal dizer. Deixando nosso lado de criticos, e pedindo a luz de Deus na vida deles, nos tornamos melhores e solicitamos a Deus que interceda na vida dessa pessoas. Se nem Deus conseguir dar um jeito neles, como estamos nos tornando melhores, poderemos escolher melhor representantes nas próximas eleições, sempre com pensamento e fé ATIVOS, nada de passividade.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/24a-semana-tempo-cpo/?sDia=18&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 23ª Semana do Tempo Comum – Sábado – 16/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo a Timóteo (1Tm 1,15-17)

Esta palavra é segura e digna de ser acolhida por todos: Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o primeiro. Mas exatamente por causa disto eu obtive misericórdia: Jesus Cristo quis demonstrar toda a sua generosidade primeiramente em mim, como exemplo para os que depois iriam acreditar nele, a fim de terem a vida eterna.

Ao rei dos séculos, ao Deus incorruptível, invisível e único, honra e glória para sempre. Amém!

Opinião – Essa passagem ilustra como a missão de Cristo foi de salvar, não julgar, aqueles que erravam, que pecavam. Jesus veio para nos salvar principalmente como um exemplo de vida, uma maneira de termos um norte, uma direção em nossas vidas para garantir que vivamos elas plenamente e corretamente, assim desfrutando de uma vida eterna, não atemporal, mas eterna pelos frutos que colheremos dela.

Salmo Responsório (Sl 112)

– Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

– Louvai, louvai, ó servos do Senhor; louvai, louvai, o nome do Senhor! Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

– Do nascer do sol até o seu ocaso, louvado seja o nome do Senhor! O Senhor está acima das nações, sua glória vai além dos altos céus.

Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

– Quem pode comparar-se ao nosso Deus, que se inclina para olhar o céu e a terra? Levanta da poeira o indigente e do lixo retira o pobrezinho.

Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre!

Opinião – salmo de louvor, mostrando a grandeza do Senhor, que observa de cima o céu e a terra, e também sua bondade, ajudando sempre o necessitado, sendo assim devidamente sempre louvado.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 6,43-49)

Os atos revelam a pessoa – “Não existe árvore boa que dê frutos ruins, nem árvore ruim que dê frutos bons; porque toda árvore é conhecido pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros, nem se apanham uvas de plantas espinhosas. O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração, mas o homem mau tira do seu mal coisas más, porque a boca fala daquilo de que o coração está cheio.”

Passar para a ação – “Por que vocês me chamam: ‘Senhor, Senhor!’,  não fazem o que eu digo? Vou mostrar a vocês com quem se parece todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática. É semelhante a um homem que construiu uma casa: cavou fundo e colocou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a enxurrada bateu contra a casa, mas não conseguiu derruba-la, porque estava bem construída. Aquele que ouve e não põe em prática, é semelhante a um homem que construiu uma casa sobre a terra, sem alicerce. a enxurrada bateu contra a casa, e ela imediatamente desabou; e foi grande a ruína dessa casa.”

Opinião – essas passagens demonstram que não basta ouvirmos a Palavra de Deus, temos que por ela em prática em nossas vidas, realmente seguir o exemplo de Jesus no nosso dia a dia, não somente naquela única hora da semana onde nos reunimos, temos que ser cristões o tempo todo, sempre buscando o bem, o desenvolvimento pleno nosso e da nossa comunidade conosco.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo trata da importância de cuidarmos do nosso interior, garantir que todo mal pensamento ou emoção que surja nele seja mitigado, para evitar que do nosso interior sejam produzidor frutos que jogamos no mundo exterior.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/23a-semana-tempo-comum-sabado/?sDia=16&sMes=09&sAno=2017