Liturgia diária: 23ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira – 12/09/2017

Primeira Leitura: Carta de São Paulo aos Colossenses (Cl 2,6-15)

Enraizados em Cristo – Já que vocês aceitaram Jesus Cristo como Senhor, vivam como cristãos: enraizados nele, vocês se edificam sobre ele e se apoiam na fé que lhes foi ensinada, transbordando em ações de graças. Cuidado para que ninguém escravize vocês através de filosofias enganosas e vãs, de acordo com tradições humanas, que se baseiam nos elementos do mundo, e não em Cristo.

Vida plena em Cristo – É em Cristo que habita, em forma corporal, toda a plenitude da divindade. Em Cristo vocês têm tudo de modo pleno. ele é a cabeça de todo principado e de toda autoridade. Em Cristo vocês foram circuncidados como uma circuncisão não feita por mãos humanas, mas com a circuncisão de Cristo, a qual consiste em despojar-se do corpo carnal. Com ele, vocês foram sepultados no batismo, e nele vocês foram também ressuscitados mediante a fé no poder de Deus, que ressuscitou Cristo dos mortos. Vocês estavam mortos por causa das faltas e da incircuncisão da carne, mas Deus concedeu a vocês a vida juntamente com Cristo:

Ele perdoou todas as nossas faltas, anulou o título de dívida que havia contar nós, deixando de lado as exigências legais; fez o título desaparecer, pregando-o na cruz; destituiu os principados e autoridades, oferecendo-os em espetáculo público, após triunfar sobre eles por meio de Cristo.

Opinião – Nessa passagem Paulo deixa claro e explica aos Colossenses que após aceitarmos Jesus de coração devemos separar nossos desejos e meio de viver do mundo humano e substituirmos pelo modo de viver e os desejos iluminados por Jesus: uma vida de compaixão, permitindo o desenvolvimento próprio ao máximo e sempre acompanhando pelo auxilio ao próximo, garantindo que não só nos mas a sociedade inteira progrida.

Salmo responsório (Sl 144)

– O Senhor é muito bom para com todos.

O Senhor é muito bom para com todos.

– Ó meu Deus, quero exaltar-vos, ó meu Rei, e bendizer o vosso nome pelos séculos. Todos os dias haverei de bendizer-vos, hei de louvar o vosso nome para sempre.

O Senhor é muito bom para com todos.

– Misericórdia e piedade é o Senhor, ele é amor, é paciência, é compaixão. O Senhor é muito bom para com todos, sua ternura abraça toda criatura.

O Senhor é muito bom para com todos.

– Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder.

O Senhor é muito bom para com todos.

Opinião – Salmo de agradecimento e lembrete de que tudo de bom vem de Deus, devemos dar graças a Ele pelas coisas maravilhosas da vida, sempre e em todo lugar.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 6,12-19)

Os doze apóstolos – Nesse dias, Jesus foi para a montanha a fim de rezar. E passou toda a noite em oração a Deus. Ao amanhecer, chamou seus discípulos, e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de apóstolos: Simão, a quem também deu o nome de Pedro, e seu irmão André; Tiago e João, Filipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão chamado Zelote; Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor.

Anseio por um mundo novo – Jesus desceu da montanha com os doze apóstolos , e parou num lugar plano. Estava aí numerosa multidão de seus discípulos com muita gente do povo de toda a Judéia, de Jerusalém e do litoral de Tiro e Sidônia. Foram para ouvir Jesus e serem curados de suas doenças. E aqueles que estavam atormentados por espíritos impuros, foram curados. Toda a multidão procurava tocar em Jesus, porque uma força saía dele, e curava a todos.

Opinião – Passagem que mostra a escolha dos apóstolos de Jesus e também a continuação da cura que ele fazia nas pessoas, interessante notar como nessa parte é reforçado que as pessoas foram ‘ouvir a Jesus e serem curados de suas doenças.’ Muita das doenças, dos males, das maldades do coração são resolvidos pelo Conhecimento da Palavra de Deus, que nos permite uma vida mais leve, mais solta, mais correta e completa.

O Padre Roger Araújo continua essa linha de pensamento na homilia de hoje da importância de ouvirmos e seguirmos a palavra de Deus, a Sabedoria de Jesus, deixando ela guiar nossas vidas.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/23a-semana-tempo-comum-terca-feira/?sDia=12&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 22ª Semana do Tempo Comum – Quinta-feira – 07/09/2017

Primeira Leitura: Carta de São Paulo aos Colossenses (Cl 1,9-14)

Pedido: discernimento – Por essa razão, desde que ficamos sabendo disso, rezamos continuamente por vocês. Pedimos que Deus lhes conceda pleno conhecimento de sua vontade, com toda a sabedoria e discernimento que vêm do Espírito. Desse modo, vocês viverão uma vida digna do Senhor, fazendo tudo o que ele aprova: darão fruto em toda atividade boa e crescerão no conhecimento de Deus, fortalecidos em todos os sentidos pelo poder de sua glória. Assim vocês terão perseverança e paciência a toda prova. com alegria, dêem graças ao Pai, que permitiu a vocês participarem da herança dos cristãos, na luz.

Cristo é o único mediador – Deus Pai nos arrancou do poder das trevas e nos transferiu para o Reino do seu Filho amado, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.

Opinião – essas passagens novamente reforçam a importância e os ganhos que temos ao recebermos a Palavra de Deus e incorporar ela a nossa vida, assim discernindo, ou seja, escolhendo entre o comportamento mundano, de prazeres rápidos, ou o comportamento que o Conhecimento e a Sabedoria de Deus nos trazem, onde há trabalho, mas os frutos são duradouros e sempre crescentes, através do exemplo e sacrifício de Jesus Cristo.

Salmo responsório (Sl 97)

– O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

– O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

– Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai, o senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

– Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei!

O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

Opinião – salmo de adoração, onde damos graças a Deus pela sua salvação e pela sua justiça, as leis do Universo são aplicadas assim como a justiça e salvação de Deus: a todos e em todo lugar, lembrando sempre que pode não ser no nosso tempo (como por muitas vezes desejamos) mas ações possuem reações e estas podem ser evitadas, persuadidas, mas elas vem.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 5,1-11)

O seguimento de Jesus – Certo dia, Jesus estava na margem do lado de Genesaré. A multidão se apertava ao seu redor para ouvir a palavra de Deus. Jesus viu duas barcas paradas na margem do lago: os pescadores haviam desembarcado e lavavam as rede. Subindo numa das bacas, que era de Simão, pediu que se afastasse um pouco da margem. Depois sentou-se e, da barca, ensinava as multidões. Quando acabou de falar, disse a Simão: “Avance para águas mais profundas, e lancem as redes para a pesca.” Simão respondeu: “Mestre, tentamos a noite inteira, e não pescamos nada. Mas em atenção à tua palavra, vou lançar as redes.” Assim fizeram, e apanharam tamanha quantidade de peixes, que as redes se arrebentavam. Então fizeram sinal aos companheiros da outra barca, para que fosse ajudá-los. eles foram e encheram as duas barcas, a ponto de quase afundarem. Ao ver isso, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: “Senhor, afasta-te de mim, porque sou um pecador!” É que o espanto tinha tomado conta de Simão e de todos os seus companheiros, por causa da pesca que acabavam de fazer. Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão, também ficaram espantados. Mas Jesus disse a Simão: “Não tenha medo! De hoje em diante você será pescador de homens.” Então levaram as barcas para a margem, deixaram tudo e seguiram a Jesus.

Opinião – Interpreto essa passagem de duas maneiras: na primeira parte há o milagre de Jesus trazer os peixes para os pescadores, que já haviam falhado em sua missão de trazer o alimento para casa, e diante disso Simão se emociona e não se acha digno da presença de Jesus, que prontamente acalma ele e o informa que esse fora seu ultimo dia de pescador e de que agora em diante ele seria um pescador de homens, um evangelizador. A minha outra interpretação é a continuação da missão de Jesus na terra: quebrar as correntes e costumes de uma sociedade que era perversa e cabeça dura. Jesus mostra aos pescadores um novo lugar para pescar, ou seja, uma nova forma de exercer suas profissões e os frutos são muito maiores, tanto que os pescadores chamam outros pescadores para ajudá-los: todos os pescadores nessa passagem começa falhando para em seguida triunfarem com a orientação de Jesus. Por vezes nossos meios, nossos métodos são sempre os mesmos a tanto tempo, que os resultados já diminuem, porém temos medo de mudar, medo do desconhecido, nessas horas, devemos abrir nossas mentes e corações para as orientações de Jesus, seguir o caminho que o Conhecimento da Palavra de Deus indica e assim nos desenvolvermos por inteiros, sempre ajudando o próximo também.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo o tema é este, como é importante ouvirmos e seguirmos a Palavra de Deus, pois destaco o seguinte trecho: “…mas ouvir Deus com a serenidade de espírito necessária para sermos prudentes, tomarmos as melhores decisões…” tendo calma para ouvirmos a Deus, nossa vida só ira melhorar.

Um bom dia a todos.

Fontes

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/22a-semana-tempo-comum-quinta-feira/?sDia=7&sMes=09&sAno=2017

Liturgia diária: 22ª Semana do Tempo Comum – Quarta-feira – 06/09/2017

Primeira Leitura: Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses (Cl 1,1-8)

Endereço e saudação – Paulo, apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus, juntamente com o irmão Timóteo, aos cristãos de Colossas, fiéis irmãos em Cristo. Que a graça e a paz de Deus, nosso Pai, estejam com vocês.

Agradecimento: a vida cristã – Damos graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, sempre que rezamos por vocês. De fato, ouvimos falar da fé que vocês tem em Jesus Cristo, e do amor de vocês por todos os cristãos, por causa da esperança daquilo que para vocês está reservado no céu. Tal esperança já lhes foi anunciada pela Palavra da Verdade, o Evangelho, que chegou até vocês. Assim como o Evangelho dá fruto e cresce no mundo inteiro, o mesmo acontece entre vocês, desde o dia em que ouviram e conheceram na verdade a graça de Deus. Isso vocês aprenderam de Epafras, nosso querido companheiro de serviço, que nos substituiu fielmente como ministro de Cristo. Foi ele quem nos contou sobre o amor com que o Espírito anima vocês.

Opinião – a carta começa com a identificação de quem a escreve e para quem esta endereçada, já desejando que a graça e a paz de Deus esteja com o destinatário da carta. Essa mesma graça e paz são exaltadas pelos Colossenses já terem incluído o Evangelho no seu jeito de viver, sempre desejando a paz final que o mesmo há de entregar, amando aos próximos e multiplicando assim o alcance da Palavra de Deus.

Salmo Responsório (Sl 51)

– Confio na clemência do meu Deus, agora e sempre!

Confio na clemência do meu Deus, agora e sempre!

– Eu, porem, como oliveira verdejante na casa do Senhor, confio na clemência do meu Deus, agora e para sempre!

Confio na clemência do meu Deus, agora e sempre!

– Louvarei a vossa graça eternamente, porque vós assim agistes; espero em vosso nome, porque é bom, perante os vossos santos!

Confio na clemência do meu Deus, agora e sempre!

Opinião – salmo de confiança e promessa de total confiança em Deus, pois sabemos que ele é bom, e tudo que vem dele é natural, é correto, é direito.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 4,38-44)

Ser livre para servir – Jesus saiu da sinagoga e foi para a casa de Simão. A sogra de Simão estava com febre alta, e pediram a Jesus em favor dela. Inclinando-se para ela, Jesus ameaçou a febre, e esta deixou a mulher. Então, no mesmo instante, ela se levantou e começou a servi-los. Ao pôr do sol, todos os que tinham doentes atingidos por diversos males, os levavam a Jesus. Jesus colocava as mãos em cada um deles e os curava. De muitas pessoas também saíam demônios, gritando: “Tu és o Filho de Deus.” Jesus os ameaçava e não os deixava falar, porque os demônios sabiam que ele era o Messias.

Jesus anuncia o Reino – Ao raiar do dia, Jesus saiu e foi para um lugar deserto. As multidões o procuravam,e, indo até ele, não queriam deixá-lo ir embora. Mas Jesus disse: “Devo anunciar a Boa Notícia do Reino de Deus também para as outras cidades, porque para isso é que eu fui enviado.” E Jesus pregava nas sinagogas da Judéia.

Opinião – a fama de Jesus continua a se espalhar e se firmar por onde passa, para cada milagre que ele faz, diversas outras pessoas vem até ele pedir por mais milagres, mais curas, mais orientações, Jesus entrega essas curas, opera os milagres mas não se deixar ficar fixo em uma só localidade, pois ele sabe que deve espelhar o Evangelho por mais locais, não veio somente para salvar uma localização ou um povo somente, mas sim a todos, e é isso que ele faz:oferece sua salvação para quem quer que seja, onde quer que esteja, bastante aceitar a ele de coração e passando a viver uma vida justa, direita, correta, sempre visando o total desenvolvimento próprio e o auxilio ao próximo, garantindo que a sociedade portanto também se desenvolva.

O Padre Roger Araújo na homilia de hoje expressa como nos nossos momentos mais delicados, nas nossas maiores dores, nas nossas maiores dificuldades, devemos deixar Jesus nos auxiliar, carregar essas dores conosco, pois assim iremos nos tornar um com ele, iremos vivenciar uma vida plena, completa, e nossos problemas, nossas dores, irão diminuir, com a benção do Senhor e com o nosso desenvolvimento.

Uma boa noite a todos

Fontes

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/22a-semana-tempo-comum-quarta-feira/?sDia=6&sMes=09&sAno=2017