Liturgia diária: 31ª Semana do Tempo Comum – Segunda-feira – 06/11/2017

Primeira leitura: Carta de São Paulo aos Romanos (Rm 11,29-36)

Os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis. Vocês foram desobedientes a Deus, e agora, pela desobediência deles, vocês conseguiram misericórdia. Do mesmo modo, também eles agora desobedeceram, a fim de que, pela misericórdia feita a vocês, eles consigam então a misericórdia para eles. Deus encerrou todos na desobediência, para ser misericordioso com todos.

As decisões de Deus são insondáveis – Como é profunda a riqueza, a sabedoria e a ciência de Deus! Como são insondáveis as suas decisões, e como são impenetráveis seus caminhos! Quem poderá compreender o pensamento do Senhor? Quem foi o seu conselheiro? Quem lhe emprestou alguma coisa, para que ele tenha algo a devolver? Porque todas as coisas vêm dele, por meio dele e vão para ele. A ele pertence a glória para sempre. Amém.

Opinião – por vezes, frequentemente até, não entendemos o que acontece em nossas vidas, não faz sentido em um primeiro momento, mas depois, olhando para as experiências passadas, conseguimos entender o motivo daquilo: a presença de Deus em nossas vidas é no tempo dele, nos termos dele, e por vezes não conseguimos compreender isso, mas tenhamos sempre fé que se é o caminho que Deus deseja para nós, nele haverá a oportunidade de crescimento, de viver de forma plena e completa.

Salmo responsório (Sl 68)

— Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

— Pobre de mim, sou infeliz e sofredor! Que vosso auxílio me levante, Senhor Deus! Cantando eu louvarei o vosso nome e agradecido exultarei de alegria!

Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

— Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos.

Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

— Sim, Deus virá e salvará Jerusalém, reconstruindo as cidades de Judá, onde os pobres morarão, sendo seus donos. A descendência de seus servos há de herdá-las, e os que amam o santo nome do Senhor dentro delas fixarão sua morada!

Respondei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

Opinião – salmo onde clamamos a Deus, em nome do seu amor por nós, que ele nos auxilie, nos guie, nos salve, para que possamos superar todas as dificuldades da nossa vida, sempre visando o nosso desenvolvimento pleno

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 14,12-14)

Jesus disse também ao fariseu que o tinha convidado: “Quando você der um almoço ou jantar, não convide amigos, nem irmãos, nem parentes, nem vizinhos ricos. Porque esses irão, em troca, convidar você. E isso será para você recompensa. Pelo contrário, quando você der uma festa, convide pobres, aleijados, mancos e cegos. Então você será feliz! Porque eles não lhe podem retribuir. E você receberá a recompensa na ressurreição dos justos.”

Opinião – mensagem clara e direta: não ajudemos os outros pela certeza de que eles irão nos ajudar, mas sim que nós ajudemos aqueles que não podem nos ajudar de volta, pois agindo desta maneira estamos realmente querendo o bem do próximo, e não fazendo um investimento para recebermos benefícios daqueles que ajudamos. Nossa recompensa por sermos bons vira na nossa próxima vida, não uma vida eterna em algum plano diferente, mas os dias futuros desta nossa vida, quando estivermos vivenciando ela de maneira completa, humilde e direta.

A homilia do Padre Roger Araújo trata exatamente da importância de ajudarmos sem esperar nada em troca, ajudando simplesmente pelo ato de ajudar, pela nossa bondade, aquela guiada por Deus se manifestando em nossos corações.

Uma boa noite a todos

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/31a-semana-do-tempo-comum-segunda-feira/?sDia=6&sMes=11&sAno=2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.