Liturgia diária: 30ª Semana do Tempo Comum – Sexta-feira – 03/11/2017

Primeira leitura: Carta de São Paulo aos Romanos (Rm 9,1-5)

Os privilégios de Israel –Digo a verdade em Cristo, não minto, e disso me dá testemunho a minha consciência pelo Espírito Santo: tenho uma grande dor e um contínuo sofrimento no coração. Sim, eu gostaria de ser amaldiçoado e separado de Cristo em favor dos meus irmãos de raça e sangue. Eles são israelitas e possuem a adoção filial, a glória, as alianças, a legislação, o culto e as promessas; deles são os patriarcas e deles nasceu Cristo segundo a condição humana, que está acima de tudo. Deus seja bendito para sempre. Amém.

Opinião – Paulo expressa nesta parte a distinção que era feita entre os cristãos e os israelitas, que por mais que tenham sido o povo escolhido e tendo Jesus nascido de dentro deles, ainda se mantém distantes da Palavra que Ele trouxe, não acreditando que Jesus era um com Deus.

Salmo responsório (Sl 147)

— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou.

Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— A paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz.

Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos, suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

Glorifica o Senhor, Jerusalém!

Opinião – este salmo realça como Deus teve por Israel seu povo escolhido, e por isso o Salmo orienta a que Jerusalém glorifique ao Senhor.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 14,1-6)

Festejar o sábado é dar vida aos homens – Num dia de sábado aconteceu que Jesus foi comer em casa de um dos chefes dos fariseus, que o observavam. Havia um homem hidrópico diante de Jesus. Tomando a palavra, Jesus falou aos especialistas em leis e aos fariseus: “A Lei permite ou não permite curar em dia de sábado?” Mas eles ficaram em silêncio. Então Jesus tomou o homem pela mão, o curou, e o despediu. Depois disse a eles: “Se alguém de vocês tem um filho ou um boi que caiu num poço, não o tiraria logo, mesmo em dia de sábado?” E eles não foram capazes de responder a isso.

Opinião – novamente Jesus mostra que as leis e regras da sociedade, propagadas por aqueles que seriam os justos e mais sábios da sociedade, são erradas: o que realmente importa, e lei suprema, é fazer o bem ao próximo sempre que possível.

Na homilia de hoje o Padre Roger Araújo continua essa linha de que devemos respeitar as Leis e tradições ou costumes, mas devemos sempre lembrar que fazer o bem ao próximo é mais importante que o cumprimento de qualquer lei, destaco o seguinte trecho:

Precisamos cuidar uns dos outros, precisamos dar o melhor de nós para olhar o sofrimento e a dor deles.

Uma boa noite a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/30a-semana-tempo-comum-sexta-feira/?sDia=3&sMes=11&sAno=2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.