Liturgia diária: 29ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira – 24/10/2017

Primeira Leitura: Carta de São Paulo aos Romanos. (Rm 5,12.15b.17-19.20b-21)

Irmãos, o pecado entrou no mundo por um só homem. Através do pecado, entrou a morte. E a morte passou para todos os homens, porque todos pecaram. A transgressão de um só levou a multidão humana à morte, mas foi de modo bem mais superior que a graça de Deus, ou seja, o dom gratuito concedido através de um só homem, Jesus Cristo, se derramou em abundância sobre todos.

Por um só homem, pela falta de um só homem, a morte começou a reinar. Muito mais reinarão na vida, pela mediação de um só, Jesus Cristo, os que recebem o dom gratuito e superabundante da justiça. Como a falta de um só acarretou condenação para todos os homens, assim o ato de justiça de um só trouxe, para todos os homens, a justificação que dá a vida. Com efeito, como pela desobediência de um só homem a humanidade toda foi estabelecida numa situação de pecado, assim também, pela obediência de um só, toda a humanidade passará para uma situação de justiça.

Porém, onde se multiplicou o pecado, aí superabundou a graça. Enfim, como o pecado tem reinado pela morte, que a graça reine pela justiça, para a vida eterna, por Jesus Cristo, Senhor nosso.

Opinião – nessa passagem é feito uma analogia de como o pecado tirou a nós do paraiso pela ação de Adão e Eva, mas que a morte de Cristo nos abriu novamente as portas deste paraiso, bastando para nós abrirmos nossos corações e mentes para o Conhecimento da Palavra, deixando a Luz do exemplo de Cristo nos guiar, pois assim trazemos o paraíso até nossas vidas.

Salmo Responsório (Sl 39)

— Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

— Sacrifício e oblação não quisestes, mas abristes, Senhor, meus ouvidos; não pedistes ofertas nem vítimas, holocaustos por nossos pecados, e então eu vos disse: “Eis que venho!”

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

— Sobre mim está escrito no livro: “Com prazer faço a vossa vontade, guardo em meu coração vossa lei!”

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

— Boas novas de vossa justiça anunciei numa grande assembleia; vós sabeis: não fechei os meus lábios!

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

— Mas se alegre e em vós rejubile todo ser que vos busca, Senhor! Digam sempre: “É grande o Senhor!” Os que buscam em vós seu auxílio.

Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!

Opinião – diferentes de outras épocas, Deus não pede presentes a nós, pede somente que nós deixamos nossos corações aceitarem o seu conhecimento, colocarmos a Palavra de Deus no centro de nossas vidas, vivendo de maneira plena e completa: assim nos desenvolvemos, evoluímos, e junto conosco nossas vidas e sociedade.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 12,35-38)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Que vossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas. Sede como homens que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrirem, imediatamente, a porta, logo que ele chegar e bater. Felizes os empregados que o senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade, eu vos digo: Ele mesmo vai cingir-se, fazê-los sentar-se à mesa e, passando, os servirá. E caso ele chegue à meia-noite ou às três da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!

Opinião – usando da linguagem da época, onde a total devoção ao patrão era a norma da época, Jesus ensina que devemos nos entregar de corpo, mente e alma a viver da maneira que Deus nos guia, pois quando chegar nossa hora, o fato de termos vivido da maneira iluminada e correta por Ele, ira nos garantir a sua justiça. Além disso, ao vivermos de uma maneira correta, direita, seguindo o Conhecimento da Palavra do Senhor, a nossa vida já melhora, progride e passamos a viver em plenitude agora, mesmo antes de voltarmos ao paraíso junto do Pai.

O Padre Roger Araújo na homilia de hoje destaca que devemos sim estarmos preparados e atentos para as armadilhas que a vida mundana prepara para nós, deste trecho destaco: “

Precisamos estar ligados e vigilantes, precisamos, de fato, cuidar da nossa conduta, do nosso comportamento e proceder neste mundo. Não podemos andar por aí como pessoas negligentes, que não estão nem aí.

Uma coisa é ser uma pessoa tranquila, sossegada, calma e serena; outra coisa é ser uma pessoa negligente, desligada e desconectada.”

Uma boa noite a todos,

Fonte dos textos: https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/29a-semana-tempo-comum-terca-feira/?sDia=24&sMes=10&sAno=2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.