Liturgia diária: 22ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira – 05/09/2017

Primeira Leitura: Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses (1Ts 5,1-6.9-11)

Quando será o fim do mundo? – No que diz respeito ao tempo e circunstâncias, não preciso escrever nada para vocês, irmãos. Vocês já sabem que o dia do Senhor chegará como ladrão à noite. Quando as pessoas disserem: “Estamos em paz e segurança”, então de repente a ruína cairá sobre elas, como dores do parto para a mulher grávida, e não conseguirão escapar.

As armas da vida – Mas vocês, irmãos, não vivem em trevas, de tal modo que esse dia possa surpreendê-los como um ladrão. Porque todos vocês são filhos da luz e filhos do dia. Não somos da noite nem das trevas. Portanto, não fiquemos dormindo como os outros. Estejamos acordados e sóbrios. Pois Deus não nos destinou à sua ira, e sim para a salvação através de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual morreu por nós a fim de que, acordados ou dormindo, fiquemos unidos a ele. Portanto, consolem-se mutuamente e ajudem-se uns aos outros a crescer, como aliás vocês já estão fazendo.

Opinião – essa passagem começa informando que acolher o Conhecimento da Palavra d e Deus em nossos corações não vai nos salvar da morte, nosso tempo é finito nesta terra, porém a segunda parte já deixa claro que mesmo o tempo sendo curto, não devemos desperdiçá-lo, devemos sim utilizar nossas vidas ao máximo, atingir nosso potencial completo e ajudar nossos próximos a fazermos o mesmo. Nada de passar a vida em branco, simplesmente esperando as coisas acontecerem e ficar pedindo por elas, Deus provê a nós, mas os frutos serão sempre mais numerosos se nós trabalharmos corretamente por eles.

Salmo Responsório (Sl 26)

– Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

– O Senhor é minha luz e salvação, de quem eu terei medo? O Senhor é proteção da minha vida; perante quem eu tremerei?

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

– Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isso que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo.

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

– Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver, na terra dos viventes.

Opinião – salmo que reforça que podemos nos desenvolver muito mais quando seguimos os ensinamentos de Deus, a sua bondade é a colheita dos frutos do nosso trabalho bem orientado, focado, natural e direito em nossa vida.

Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas (Lc 4,31-37)

Jesus liberta da alienação – Jesus foi a Cafarnaum, cidade da Galiléia, e aí ensinava aos sábados. As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento, porque Jesus falava com autoridade. Na sinagoga havia um homem possuído pelo espírito de um demônio impuro, que gritou em alta voz: “O que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!” Jesus o ameaçou, dizendo: “Cale-se e saia dele!” Então o demônio jogou o homem no chão, saiu dele, e não lhe fez mal nenhum. O espanto tomou conta de todos, e eles comentavam entre si: “Que palavra é essa? Ele manda nos espíritos impuros com autoridade e poder, e eles saem.” E a fama de Jesus se espalhava em todos os lugares da redondeza.

Opinião – Jesus seguia ensinando, pregando, espalhando a Palavra de Deus, e por vezes ele operava curas milagrosas, que devido a natureza humana era o que espalhava mais rapidamente a sua mensagem e a sua fama: os milagres. Muitos admiravam Jesus pelos seus ensinamentos e o seu domínio do Conhecimento, porém é necessário que nós admiremos e tomemos atitudes como aceitar o Conhecimento em nossos corações, moldando nossas vidas para uma vida correta, direita, plena, assim deixamos de simplesmente admitir Jesus e ficarmos esperando por dadivas em nossas vidas, para trabalharmos conforme ele nos orientou e assim colhermos os frutos do nosso esforço.

Hoje a homilia do Padre Roger Araújo desenvolve melhor essa parte da Palavra de Deus através de Jesus Cristo ter o poder de retirar de nós esses instintos ruins que por vezes surgem em nós, os desejos criminosos, ruins, negativos, mundanos. Aceitando o Conhecimento da Palavra, seguindo o exemplo de Jesus, podemos substituir esses desejos negativos, controlar eles e por em seu lugar as inspirações corretas, nos permitindo realizar nosso potencial por completo em nossa vida terrena.

Uma boa noite a todos.

Fontes

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/22a-semana-tempo-comum-terca-feira/?sDia=5&sMes=09&sAno=2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.