Liturgia diaria: 21ª Semana do Tempo Comum – Sexta-feira 01/09/2017

Primeira leitura: Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses (1Ts 4,1-8)

Respeitar o corpo humano – De resto, irmãos, pedimos e suplicamos no Senhor Jesus: vocês aprenderam de nós como comportar-se para agradar a Deus. Vocês já se comportam assim. Continuem progredindo.

Vocês conhecem as instruções que lhes demos em nome do Senhor Jesus. A vontade de Deus é que vivam consagrados a ele, que se afastem da libertinagem, que cada um sabia usar o próprio corpo na santidade e no respeito, sem deixar-se arrastar por paixões libidinosas, como os pagãos que não conhecem a Deus. Quanto a isso, que ninguém ofenda ou prejudique o irmão, porque o Senhor se vinga de todas essas coisas, como já dissemos e demos provas. Deus não nos chamou para imoralidade, mas para a santidade. Portanto, quem despreza essas normas não despreza um homem, mas o próprio Deus, que dá o Espírito Santo para vocês.

Opinião – Existem muitos prazes no mundo hoje, podemos utilizar nosso tempo para perseguir esses prazeres, sempre há um novo, um maior, um mais forte… mas isso não traz um grande fruto, uma grande evolução. Os apóstolos ficam realmente felizes e expressam nas passagens onde vem o resultado de sua evangelização dos povos, não só através de palavras, mas também pelo exemplo de vida deles: sempre procurando o melhor para si e para o proximo, pensando sempre no conjunto, não sendo individualistas. Não sejamos bobos de desperdiçar nosso escasso tempo de vida, com nosso corpo perfeito, correndo atrás de coisas, de sensações, de bens que não agregaram nada a nossa vida ou daqueles que estão conosco, que vivamos plenamente, de maneira correta, coesa e natural.

Salmo Responsório (Sl 96)

– Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

– Deus é rei! Exulte a terra de alegria, e as ilhas numerosas rejubilem! Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, que se apoia na justiça e no direito.

Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

– As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra; e assim proclama o céu a sua justiça, todos os povos podem ver a sua gloria.

Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

– O Senhor ama os que detestam a maldade, ele protege seus fiéis e suas vidas, e da mãos dos pecadores os liberta

Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

– Uma luz já se levanta para os justos, e a alegria, para os retos corações. Homens justos, alegrai-vos no Senhor, celebrai e bendizei seu santo nome!

Opinião – salmo apresenta a bênção dos justos de coração que recebem o Senhor em suas vidas, ele é fonte de força, de liderança, de proteção. Quando os justos recebem o Conhecimento da Palavra de Deus suas vidas ficam mais completas, mais firmes, mais naturais e coesas.

Segunda leitura: Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 25,1-13)

Estejam preparados – “Naquele dia, o Reino do Céu será como dez virgens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. Cinco delas não tinham juízo, e as outras cinco eram prudentes. Aquelas sem juízo pegaram suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As prudentes, porém, levaram vasilhas com óleo, junto com as lâmpadas. O noivo esta demorando, e todas elas acabaram cochilando e dormiram. No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo esta chegando. Saiam ao seu encontro!’. Então as dez virgens se levantaram e prepararam as lâmpadas. Aquelas que eram sem juízo disseram às prudentes: ‘Dêem um pouco de óleo para nós, porque nossas lâmpadas estão se apagando.’ As prudentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode faltar para nós e para vocês. É melhor vocês irem aos vendedores e comprar’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. Por fim, chegaram também as outras virgens e disseram: ‘Senhor, Senhor, abre a porta para nós’. Ele, porém, respondeu: ‘Eu garanto a vocês que não as conheço’. Portanto, fiquem vigiando, pois vocês não sabem qual será o dia, nem a hora”.

Opinião – nessa passagem Jesus deixa claro que não adianta viver de maneira despreocupada e desregrada, sem pensar no momento a frente e depois querer receber os mesmos frutos daqueles que viveram de maneira consciente e natural, sempre conscientes dos atos e suas consequências. Não devemos viver a vida sempre deixando para o amanhã para a ação correta, pois o momento de acertar as coisas é sempre o agora, não o depois, pois por vezes o depois pode ser tarde demais.

Na homilia de hoje o padre Roger Araújo continua nessa linha de que não devemos deixar para depois os nossos acertos, ou esperar o momento oportuno para vivermos conforme Deus e o Conhecimento da Palavra desejam: devemos viver corretamente hoje, com nossos problemas e aflições, lidando com eles, resolvendo eles, sempre usando o exemplo de Jesus Cristo, em sua humildade, em seu carinho, em sua maneira correta de viver, para assim sermos dignos da festa que nos espera na outra vida.

Boa noite a todos

Fontes

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/21a-semana-do-tempo-comum-sexta-feira/?sDia=1&sMes=09&sAno=2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.