Manual de Epicteto – Enchiridion – 22

XXII. E você tem um desejo verdadeiro de conquistar a filosofia, prepare-se desde o inicio para ser alvo de risadas, zombado pela multidão, ouvir eles dizerem, “Olhe ele voltou para nós como um filosofo” e  “E porque esse olhar orgulhoso”. Agora, de sua parte, não tenha realmente um olhar ou visual orgulhoso, mas se mantenha firme nessas coisas que aparentam ser melhor para você como se Deus tive-se apontado elas a ti. Pois lembre-se que, se você se manter firme nessa posição, as mesmas pessoas pessoas que lhe ridicularizaram no primeiro momento, irão depois admirar você. Mas se você for vencido por elas, você ira sofrer com o dobro do ridículo.

Opinião – por vezes nossas escolhas que fujam do pensamento em manada da sociedade farão com que as pessoas nos ridicularizem, faça pouco caso de nós, justamente por sermos ‘estranhos’ a elas, saímos do ‘normal’ da sociedade e pensarmos por nós mesmos, assim como os filósofos fizeram a tempos atrás, tentando ver a realidade além dos filtros da sociedade. Ignorem as piadas e persevere perante essas ridicularizações, pois se o que você executar, o que você estudar, o que você aprender fizer sentido e estiver alinhado com o correto, com o natural, no futuro o ridicularizado será aquele que não te acompanhou nessa jornada, que preferiu rir de você a aprender contigo.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.