Manual de Epicteto – Enchiridion – 17

XVII. Lembre-se que você é um ator em uma dramatização, de um tipo que o autor sente prazer em escolher. Se baixo, de um tipo baixo, se longo, de um tipo longo. Se é do desejo dele você deve interpretar um pobre, um aleijado, um governador, uma pessoa privada, de todas as maneiras você deve agir com naturalidade. Pois esse é o seu negócio, agir de acordo com o personagem designado para você; escolher esse personagem é uma questão para outra pessoa.

Opinião – a vida vai nos moldando e nos impondo papeis, que devemos exercer com total dedicação, sempre visando melhorar nossas vidas, mas não ficar desejando sermos outra coisa, podemos trabalhar para mudarmos nossas vidas, mas não cabe a nós escolher quais vidas nós iremos ter.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.