Manual de Epicteto – Enchiridion – 05

V. Os homens são perturbados, não pelas coisas, mas pelos princípios e pelas noções que eles formam das coisas. A morte, por exemplo, não é terrível, pois se fosse teria sido para Sócrates. Mas o terror consiste na noção de que a morte é terrível. Quando estivermos impedidos, ou perturbados, ou de luto, não vamos atribuir isso aos outros, mas a nós mesmos, isso é, aos nossos próprios princípios. Uma pessoa sem instrução ira colocar a culpa de sua péssima condição nos outros. Alguém que tenha começado a se instruir ira colocara culpa em si mesmo. Alguém que tenha sido completamente instruído não ira colocar a culpa em nenhum dos dois, não ira culpar os outros nem a si mesmo.

Opinião – coisas ruins acontecem, porém o efeito delas em nós por muitas vezes é um reflexo daquilo que nos foi apresentado como sendo verdade sobre essas coisas. Num mundo tão diversificado e amplo como o nosso, já é possível notar pessoas com opiniões e conceitos totalmente contrários sobre uma mesma coisa: para alguns a dor física é a pior sensação possível, já outros ancião ela secretamente e não tão secretamente pois obtém prazer da mesma sensação que é um martírio par aos outros. Não devemos deixar que nossas noções definam nossa interpretação do mundo, as coisas são o que elas são, independente de nossa interpretação.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.