Tocando um negócio? Hábitos para serem cultivados

Início de ano normalmente implica em planejamento para o próximo período, seja o ano inteiro, o mês, bimestre ou quem sabe a década. Independente do período para qual você está se planejando, é importante cultivar hábitos que vão tornar mais fáceis suas tarefas, e focando nesse nicho de facilitar é que surge a Zapier, uma plataforma que visa automatizar as diversas tarefas repetitivas do dia, assim liberando tempo e energia para que você possa atuar em outras atividades que tragam mais retorno.

Além da plataforma em si, a Zapier também produz conteúdo para manter as pessoas neste ritmo e com esta mentalidade, e neste artigo vou trazer algumas das dicas apresentadas pela Krystina Martinez no blog da Zapier.

O ano passado, 2020, ensinou a todos nós que nunca sabemos com certeza o que um ano irá nos trazer. Foi o ano da pandemia, do desemprego, do trabalhar de casa e de muito stress. Não é um exagero assumir que as promessas de ano novo de todos foram postas de lado em favor de simplesmente sobrevivermos a passagem do ano.

Enquanto nos despedimos do ano passado é normal começarmos a olhar para o novo ano que se inicia e definirmos alguns objetivos, metas e promessas para 2021.

Se você é um pequeno empreendedor, possivelmente está tendo de rever seu planejamento para os próximos meses, seja procurando tentar algo novo, manter o planejamento anterior ou trabalhar duro para conseguir voltar a ter os mesmos resultados de antes.

A ideia aqui portanto não será sugerir mais coisas que você deveria fazer. Isso vai contra o que o Zapier é – justamente procurar uma maneira de diminuir as tarefas manuais e aumentar sua produtividade. Em vez disto, vamos sugerir alguns hábitos para inserir no seu dia a dia – com auxílio da automação – visando tornar mais fácil a gestão do seu empreendimento em 2021.

Você não precisa tentar todas estas sugestões e hábitos de uma vez. Se houver um apenas que atrair sua atenção, foque nele. Existem diversos modelos já prontos no Zapier, bastando criar uma conta gratuita no site e começar a utilizar eles.

Faça a auditoria de um processo existente

Você provavelmente tem alguns procedimentos padrões no seu negócio, afinal eles ajudam a poupar tempo, economizar dinheiro e garantem um controle de qualidade.

Porém devemos lembrar que processos não estão ‘escritos em pedra’, e por isso podem ser alterados e melhorados. Conforme seu negócio for crescendo e mudando, seus processos vão ter de mudar e acompanhar o seu crescimento. Se um processo que antes economizava seu tempo, mas agora se tornou muito trabalhoso com a expansão da empresa, é uma boa hora para reavaliar o mesmo, procurando por maneiras de como você pode melhorar ele.  

Por outro lado, talvez haja alguma coisa que você deva parar de fazer, talvez gerenciar toda a sua operação pessoalmente não seja o mais indicado, com você fazendo os papeis de contabilidade, RH, administrativo e marketing. Você pode ate estar realizando todos esses papeis, mas você sabe que não está fazendo eles da melhor maneira. Foque suas energias naquilo que pode te trazer mais perto dos seus objetivos, seja ele recuperar, manter ou ampliar seus negócios. Portanto, tudo aquilo que não for diretamente ligado a essas operações você deve ou delegar para um funcionário, ou automatizar se isso for possível.

Dê sequência ao primeiro contato

2020 mudou a maneira como fazemos o chamado ‘networking’, com várias empresas mudando de eventos presenciais para conferências online. Mas isso não mudou o fato de que donos de negócios devem continuar a criar uma rede de contatos forte. Esta rede de contatos profissionais pode te ajudar a crescer seu negócio, apresentar novas oportunidades e te apoiar durante os altos e baixos do empreendedorismo.

Porém ter toda essa rede de contatos não adianta muita coisa se você não der sequência com as pessoas com as quais você se encontra. Mas durante o dia quando você esta lidando com seus afazeres diários, organizar cartões de visitas ou enviar e-mails nunca é a prioridade, porém usando o Zapier você pode automatizar isso, e inclusive criar um modelo de e-mail “Olá, foi um prazer conhecê-lo, espero poder fazer negócios contigo em breve, boa sorte e conte comigo para ajuda-lo no que for tocante a x y z” por exemplo e sempre que adicionar um contato a sua agenda, o sistema pode disparar um e-mail para este novo contato.

Todo dia ou toda semana retorne para as pessoas em sua caixa de entrada

No meio de todos os e-mails não lidos da sua caixa de entrada, deve haver uma ou duas pessoas que estão esperando por um retorno seu: um contato novo, um cliente em potencial, ou mesmo um amigo de trabalho com alguma indicação. Todo mundo já teve um problema pois não conseguiu responder um e-mail que era urgente dentro de um prazo esperado.

A ideia aqui não é deixar sempre a caixa de entrada zerada, por mais produtivo que isso possa ser isto exige muito tempo dependendo do seu volume de e-mails. O recomendável é você responder aos contatos humanos em períodos regulares, podendo inclusive com o Zapier automatizar a criação de tarefas baseados em e-mails de contatos específicos (como seu CEO por exemplo) ou aqueles que receberem determinada classificação.

Reserve um tempo na sua agenda para se reunir com seus contatos ou possíveis clientes

Todos desenvolvemos uma fadiga de reuniões virtuais em 2020, o que tornou muito fácil ignoramos aquelas reuniões em que não queremos estar e que podemos pular. Mas mesmo que você esteja cansado de todas as chamadas de vídeo no Zoom, Teams, WhatsApp, Facebook, ainda sim é importante manter elas com seus clientes, pois uma reunião rápida desta maneira é muito mais produtiva em questão de vendas do que um simples e-mail.

Mantenha o contato com seus clientes

O trabalho não termina quando uma venda é concretizada ou um projeto é entregue. Você precisa manter seus clientes, aqueles que recebem seus produtos e serviços contentes, felizes. A satisfação dos clientes influencia no tipo de avaliação que eles vão dar aos seus produtos, e nenhuma propaganda é melhor do que aquela feita através do ‘boca a boca’ de seus clientes satisfeitos.

Existem diversas maneiras de se manter esse contato e construir esse relacionamento, um é vincular aos clientes um material com as novidades da sua empresa, novos produtos e ou promoções. Automatizar o envio deste material aos clientes é uma maneira de manter o contato com eles.

Este post é uma tradução/adaptação do texto original de Krystina Martinez no site da Zapier com o objetivo de espalhar uma mensagem que eu acredito e sigo além de praticar minhas capacidades de tradução e interpretação do inglês. Todos os direitos reservados a autora.

Suas ações têm consequências, esteja ciente disto e saiba lidar com isto.

Manual de Epicteto – Enchiridion – 06

VI. Não seja orgulhoso de qualquer conquista que não seja sua. Se um um cavalos fosse orgulhoso e dissesse “Eu sou lindo”, isso seria tolerável. Mas quando você é orgulhoso, e diz ” Eu tenho um lindo cavalo” saiba que você tem orgulho, na verdade, de uma qualidade que pertence ao cavalo. O que, então, é seu? Somente sua reação a aparência das coisas. Portanto, quando você se comportar confortavelmente conforme a natureza em reação a como as coisas aparecem, você terá orgulho razão; pois você terá orgulho de algo bom que é seu.

Opinião – por vezes temos o comportamento de termos orgulho somente de algo quando é nosso, essa necessidade de que o nosso seja melhor do que o do próximo, isso é uma besteira tanto por ser um comportamento infantil quanto pelo fato que aquilo que achamos melhor é simplesmente uma derivação da nossa reação, da nossa percepção sobre aquilo que temos; para outras pessoas o nosso melhor, nosso motivo de orgulho pode ser a maior porcaria do mundo.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

O conceito e a ilusão do dinheiro

Crise FinanceiraCrise, Crise Crise. Deve ser a palavra mais usada em manchetes e noticias nos últimos tempos. Hora ela é Global, hora ela é localizada. Hora ela é culpa do governo, hora ela é culpa dos empresários. Hora ela é real, hora ela é imaginaria. Porém a base de qualquer uma dessas ‘horas’ da crise é a mesma: o dinheiro sumiu. Mas como o dinheiro pode sumir? Não se pode simplesmente ‘fabricar’ mais dinheiro?  Qual a origem do dinheiro e sua criação?

Continue lendo

PSN Plus: PixelJunk Monsters: Ultimate HD

Continuando com os lançamentos do mês da PSN Plus, a Sony liberou o Jogo PixelJunk Monsters: Ultimate HD de graça para os assinantes do serviço, que além de jogos gratuitos para PS3, PS4 e PS Vita, também permite o backup na nuvem de saves e habilita o multiplayer online do PS4. Continue lendo

Ação frenética…

Quando me dou conta, a parte interna do cotovelo de meu agressor passa por cima de minha cabeça, acompanhado de um punho que tinha como endereço certo a minha região da têmpora, não sei como desviei de tal ataque. Em seguida, ao recobrar minha posição ereta, vejo meu agressor em estado de euforia,suas veias do pescoço saltadas, ambos os braços esticados ao lado do corpo e um olhar que desafia a consciência humana e se aproxima mais de um predador olhando para a vitima, sei que ele não pretende errar o próximo ataque.

Meu corpo faz sua parte, diante do perigo, ele libera adrenalina suficiente para meus reflexos de pessoa sedentária ao menos se tornarem suficientes para a sobrevivência. Meu agressor novamente dispara em minha direção, tento raciocinar qual atitude defensiva tomar, e no meio do pensamento sou atingido na boca do estomago por um soco certeiro. Começo a envergar para frente, os olhos  e corpo traçando uma trajetória descendente, se comecei isso olhando os olhos do meu agressor, agora observo seu queixo e já começo a olhar a base de seu pescoço, em poucos segundos estarei olhando o chão, e se os olhos de meu agressor comunicaram corretamente suas intenções, estarei em algum momento observando os olhos de meu criador…. porém novamente meu corpo reage antes de meu cérebro, minhas pernas me projetam para frente e o topo de minha cabeça acerta o queixo de meu agressor com força suficiente para joga-lo para trás e abrir um corte em minha cabeça. 

Meu cérebro, dessa vez agindo em conjunto com os instintos de sobrevivência, decide que atacar será a estrategia da vez, e procura os alvos para causar a maior dor em meu agressor da unica maneira que eu sei: buscando pela memoria quais os locais onde eu já senti mais dor… a lista inclui canela, saco escrotal e palma da mão. Desfiro um chute de esquerda e acerto por pouco a canela direita de meu agressor, ele arqueia para frente, abaixando procurando colocar as mãos sobre sua canela, nesse momento agarro a cabeça do mesmo e nos poucos instantes que nossos olhos se cruzam novamente, vejo uma mistura de descredito e confusão, em seguida impulsiono com toda a minha força meu joelho direito contra seu queixo, e após o golpe consigo derrubar meu agressor.

Fico observando o mesmo tentar se levantar, e fico repetindo baixinho “não, não, não”… quando o mesmo parece que vai se levantar, quatro guardas municipais conseguem passar pela pequena multidão que se formou em volta de nós e dois guardas me seguram enquanto outros dois levam meu agressor para o outro lado, o mesmo com a cara sangrando de um possível nariz quebrado. Quando chego a delegacia para prestar esclarecimentos, sou informado que eu havia impedido um assalto por simplesmente estacionar meu carro na frente da loja alvo de maneira pouco cuidadosa e ter acertado a guia, com o barulho resultante ser suficiente para que os seguranças da loja que estavam distraídos ficassem alertas novamente. Meu agressor era o olheiro dos menores que haviam sido ‘contratados’ para fazer o serviço, e o fator surpresa era essencial para o roubo funciona-se. Diante da frustração e da fuga dos menores, o olheiro passivo torna-se meu agressor ativo.

Sou dispensado  da delegacia e informado que meu agressor fora preso em flagrante por agressão corporal, o delegado me informa que eu terei que voltar para continuar com o processo e que eu deveria andar com cuidado na rua, pois esse tipo de gente era perigosa. Possivelmente sabendo do que iria ocorrer em seguida, e observando meu porte fisio bem abaixo do que seria esperado para alguém ter alguma chance de alto defesa, o mesmo me fornece um colete a prova de balas, o que me deixa bem assustado…

Ao sair para comprar pão no dia seguinte, o clima frio da manhã permite disfarçar melhor o volume do colete, colocando um moletom por cima. Retorno para minha casa e na hora que estou virando a chave no portão, ouço um carro diminuir atras de mim e alguém diz meu nome, quando me viro um homem com capuz de dentro do carro esta com uma arma a menos de 1cm do meu corpo, não vejo minha vida passar diante dos meus olhos, simplesmente o pensamento de que morreria ali, na porta de casa. Por instinto tento golpear o homem com meu braço direito, novamente o instinto de sobrevivência falando mais alto que a logica do meu cérebro, e ao acertar o rosto do mesmo ouço o som do disparo e o impacto na região do abdome, porém não sou impulsionado para trás pois meu agressor já havia agarrado o colarinho da minha blusa de moletom e me puxa para dentro do carro, em seguida ouço mais dois disparos, mas por pura sorte, minha perna forçou o braço com a arma a abrir o angulo e nesse momento a arma esta mirando para o chão e não para o meu corpo. Começo a me debater dentro do veiculo do meu agressor, utilizando cotovelados em seu rosto com meu braço direito enquanto utilizo o esquerdo procura apoio para me impulsionar para fora do carro. Quando acho que vou conseguir sair, minha mão esquerda apoia em um celular que estava no bando do passageiro e escorrega desbloqueando a tela do mesmo, caio novamente e novamente o pensamento de morte passa pela minha cabeça. Desfiro uma ultima cotovelada no rosto de meu agressor, o mesmo solta meu colarinho e num impulso consigo sair do carro, meu agressor derruba a arma e sai em disparada com seu veiculo.

O mesmo delegado que me havia fornecido o colete atende ao chamado em frente a minha casa, ri de mim e diz: eu te disse que o colete seria útil. O socorrista me informa que eu dei sorte duas vezes em dois dias, e que uma hora minha sorte iria acabar. A arma de meu agressor estava em péssimo estado, as balas velhas, e por isso o colete conseguirá segurar um disparo tão próximo. O delegado dessa vez diz algo que eu ja sabia: eu tenho que mudar de casa, pois esse ataque não foi aleatório.

Como resultado dos meus dois últimos dias, minha historia foi parar na TV, virei uma minha celebridade, e meu chefe, comovido com a situação, me manda trabalhar em uma filial em outro estado, pelo tempo que for necessário, mas que a companhia não iria fornecer nada além da vaga, e que eu deveria procurar moradia por conta própria. Meu voo sai na mesma noite.

Embarco no avião olhando e pensando em tudo que deixo para trás, a casa que cresci, amigos de infância, uma vida, que poderia ter acabado no centro da cidade ou na porta de casa. Acredito que isso seja um sinal que eu deveria mesmo ir para outro lugar. Enquanto caminho para minha poltrona, na fileira a frente da minha vejo um homem, mais jovem do que eu,  mexendo em seu celular. Quando finalmente me sento em minha cadeira, o capitão inicia os procedimentos de decolagem e em poucos instantes estamos no ar, eu voando em direção a uma nova vida. O capitão avisa que ira desligar as luzes para que todos possam dormir, e nesse instante observo novamente o homem mexendo em seu celular, que esta aberto no perfil de uma rede social. Consigo ver claramente o perfil e noto que é a mesma tela que vi quando desbloquiei o celular de meu agressor em frente a minha casa.

As luzes se apagam, o homem apaga a tela do celular e a penumbra se instala dentro do avião, esse será um longo voo, espero que minha sorte tenha me acompanhado e não acabado…

..acordo com o celular vibrando devido a falta de bateria em minha cama, é um novo dia que começa, após um sonho digno de filme de ação…

 

Personalização do tema passo a passo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Duis nec lacus ac enim lobortis luctus. Donec aliquam laoreet mollis. Mauris ac arcu vitae erat tempus laoreet vel a lorem. Phasellus et facilisis lorem. Praesent pretium, neque eu scelerisque imperdiet, ante est adipiscing lectus, eget rhoncus arcu tortor eget est. Donec tincidunt, risus in accumsan sollicitudin, felis velit tincidunt metus, sit amet tincidunt elit nisi ac turpis. Maecenas at nunc molestie est adipiscing porttitor pretium eget libero. Phasellus congue ante et magna feugiat congue. Donec tincidunt, purus ornare luctus venenatis, velit dui sagittis dui, sed dapibus quam ante eu dui. Nunc at dui ipsum. Nunc eget leo non nunc tincidunt consequat nec bibendum elit. Nullam posuere justo et enim convallis id luctus nisl congue. Phasellus vitae suscipit enim. Praesent eleifend, nunc id accumsan accumsan, elit diam semper sapien, sit amet scelerisque velit orci non lacus. Phasellus pulvinar cursus consequat.