Sobre Wendel Neves

Nascido Nerd já em 1986, sou um viciado por Cultura em geral, crescido sobre o boom dos produtos japoneses (Jaspion, Changeman, Cavaleiros do Zodíaco) e continuei evoluindo nos meus interesses, passando por Ciências Exatas (Química, Biologia), Ciências Sociais (Geografia, Historia) e agora trilhando o caminho sobre Artes Marciais, Finanças Pessoais e Desenvolvimento Pessoal. Minha ideia é que compartilhando tudo o que eu aprendo, posso tornar o mundo melhor, diretamente e indiretamente.

Apple investindo no desenvolvimento de chips para a saúde

 Jordan Novet e Christina Farr da CNBC informam que a Apple sob a gestão de Tim Cook esta procurando expandir a sua divisão de desenvolvimento de chips da área de saúde através da contratação de arquitetos de sensores digitais e analógicos. Hoje o Apple Watch já possui sensores ópticos que podem monitorar o batimento cardíaco, e há uma expectativa de que estes mesmos tipos de sensores possam ser utilizados em exames substituindo a necessidade de técnicas invasivas como a retirada de sangue e outros materiais das pessoas.

A evolução de tal tecnologia de sensores aliada a popularização de dispositivos sempre conectados, tais como celulares e os relógios inteligentes de marcas como a própria Apple e concorrentes como a Samsung irão logo permitir um cenário de monitoramento constante da saúde dos usuários, permitindo a oferta de serviços de saúde onde as informações dos pacientes serão atualizadas em tempo real para uma central possivelmente na ‘nuvem’.

Hoje esse tipo de monitoramento esta disponível em UTIs e leitos hospitalares onde os sinais vitais dos pacientes são captados por equipamentos específicos e enviados para uma central de monitoramento de onde os profissionais da saúde podem observar todos os pacientes, mesmo aqueles que estejam em isolamento e fora do alcance visual. Tal monitoramento também permite que qualquer parâmetro que sai do normal já dispare um aviso para que a equipe medica possa atuar diretamente.

Os SmartWatches já são uma realidade com aceitação pela população, agregando esta funcionalidade iria abrir um novo ramo de atuação para diversas empresas e traria benefícios para o acompanhamento da saúde de uma população mundial que tende a viver mais e mais, sempre contando com os avanços nas ciências do cuidado e da manutenção da vida. Claro que tais informações tão pessoais circulando em tal volume ira também focar ainda mais na necessidade de privacidade/segurança e no armazenamento e analise de todas essas informações, indo portanto ao encontro com os temas que o professor Voorwald indicou na palestra sobre a educação continua e o desenvolvimento de novas tecnologias.

A ineficiência da arquitetura de inteligência artificial atual.

As soluções atuais de inteligência artificial, criadas sob a arquitetura Von Neumann onde um bloco de memória armazena as informações e uma CPU faz todos os cálculos, atualmente contando inclusive com o auxílio de GPUs nessa movimentação de informações acaba gerando uma grande penalidade no uso de energia e latência, e isto está se tornando um gargalo para as mesmas, conforme detalhado na matéria de Brian Bailey do Semiengineering.com

Comparando os números de sinapses do cérebro humano, na ordem de 1015 com o processador TrueNorth da IBM criado em 2014 que possui 4.096 núcleos cada um tendo 256 simulações de neurônios programáveis criado para esse tipo de aplicação de inteligência artificial e escalando seu consumo e números temos uma diferença de 5 ordens de magnitude entre o cérebro orgânico e o artificial, porém o TrueNorth consumiria hipotéticos 65000W, enquanto o cérebro humano somente 25W. Há um grande espaço para melhora na eficiência da utilização de energia entre ambos portanto.

Outro exemplo é que enquanto os cérebros eletrônicos vêm ganhando dos orgânicos em tarefas especificas nos últimos anos, tais como o Deep Blue vencendo Kasperov em 1997, o Watson jogando Jeopardy em 2011 e o Alpha Go ganhando de Lee Sedol em 2016, todos esses supercomputadores e sua inteligência artificial consumiam entre 200000W e 30000W, enquanto o cérebro dos seus oponentes humanos estava consumindo 20W. De onde irão vir as inovações para permitir uma melhora neste quadro, portanto?

O artigo aponta que as possibilidades de melhora viriam de uso de novas tecnologias de memória, e contanto que toda vez que uma barreira é encontrada pelo processo, um novo campo se abre de pesquisa, levando a novos tipos de soluções e pensamentos, seja em memórias utilizando os 3 campos de dimensões em vez dos 2 usuais ou até mesmo o abandono da tecnologia CMOS que é inerente a computação a tantos anos.

Manual de Epicteto – Enchiridion – 51

LI. O primeiro e mais necessário tópico em filosofia é a utilização de teoremas morais, tais como, “Nós não devemos mentir” o Segundo é o de demonstrações, tais como, “Qual é a origem da nossa obrigação em não mentir” Já o terceiro da força e articulação aos outros dois, tais como “Qual é a origem disto que é uma demonstração”.

Para o que é a demonstração?

Qual é a consequência?

Qual contradição?

Qual verdade?

Qual falsidade?

O terceiro tópico, portanto, é necessário por causa do Segundo, e o Segundo por causa do primeiro.

Mas o mais necessário, e, portanto, aquele pelo qual devemos o restante, é o primeiro

Mas nós agimos justamente ao contrario

Pois nós gastamos todo nosso tempo no terceiro tópico, e aplicamos nossa diligência neste, e ignoramos completamente o primeiro.

Portanto, no mesmo momento em que mentimos, estamos imediatamente preparados para mostrar como é demonstrar que mentir não é correto.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Manual de Epicteto – Enchiridion – 50

L. Seja qual for a regra moral que você deliberadamente propôs a si mesmo, se mantenha fiel a elas como se estas fossem leis, e você fosse ser condenado por violar qualquer uma delas. Não se importe com o que qualquer pessoa diga de você, pois isso, afinal, não é de preocupação sua.

Por quanto tempo, portanto, você ira se colocar como não sendo digno dos maiores desenvolvimentos e seguir as distinções da razão? Você recebeu os teoremas filosóficos, e com eles há de estar familiarizado, e esta se familiarizando com eles. Quais outros mestres, portanto, você espera, para jogar esse atraso em sua reformulação? Você não é mais um garoto, mas um homem maduro. Se, portanto, você será negligente e preguiçoso, e sempre acrescentar procrastinação a procrastinação, propósito ao propósito, e destinar dia após dia onde você irá se cuidar, você irá indiscutivelmente continuar sem proficiência, e, vivendo e morrendo, perseverar em ser alguém vulgar.

Neste instante, portanto, pense em você como sendo digno de viver como um homem maduro e proficiente. Deixe que o que parecer ser o melhor de você seja uma lei inviolável. Se qualquer instante de prazer ou dor, gloria ou desgraça, se apresentar diante de ti, lembre-se que o combate é agora, a Olimpíada se inicia, e não pode ser postergado. Pois por uma vez sendo derrotado e desistindo, a proficiência é perdida, ou do contrario é preservada.

Pois foi assim que Sócrates se tornou perfeito, procurando melhorar a si em tudo, seguindo apenas a razão e nada além dela. E apesar de você ainda não ser um Sócrates, você deve, entretanto, viver desejando se tornar um Sócrates.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Palestras na TM em 11/08/2018 – Encontro Egressos

Conjunto aquaticoTeatro Eng. Salvador ArenaNa data de 11/08/2018 a Fundação Salvador Arena organizou mais um encontro de Egressos onde pudemos ter o prazer de presenciar diversas palestras de diversos temas, de onde participei de duas e trago minhas opiniões e experiências sobre as mesmas abaixo:

Importância da educação continuada. Professor Herman Voorwald

O desenvolvimento vai ser ditado pela capacidade de comunicação, onde o importante será o profissional ser humano e ter ética, mesmo com mais tecnologia a tendência é que continuemos procurando a interação humana.

“Educação continua: nunca é tarde para aprender.” Citação interessante quando trabalhada com o dado que a expectativa de vida será de 120 anos em algumas gerações, o que permitira que as pessoas nas linhas atuais fiquem vivas por cerca de 60 a 50 anos após sua aposentadoria, o que trará um novo paradigma não só para a questão da aposentadoria mas também para a sociedade como um todo, onde teremos desafios para integrar uma população mais idosa junto a uma população jovem.

O professor Herman aponta que nos próximos anos 45% de todos os pagamentos realizados serão automatizados, acredito que isso seja uma media geral, pois hoje mesmo não sendo um integrante da ultima geração todos os meus pagamentos são realizados digitalmente, raramente eu utilizando dinheiro vivo portanto.

Uma outra informação interessante que o professor apresentou foi que 65% das crianças que estão iniciando seus estudos neste ano irão trabalhar de maneiras que ainda não existem hoje, minha área de gestão de projetos com as ferramentas atuais ágeis não existia 20 anos atrás, ou mesmo os quesitos de devops, python e outras tantas tecnologias que são a base hoje no mercado tecnológico.

Voorwald apontou durante a sua palestra os cinco campos abaixo que serão os guias para a evolução tecnológica nos próximos anos:

  • Inteligência artificial
  • Big Data
  • Realidade Virtual
  • Realidade aumentada
  • Machine Learning

Os campos acima irão impulsionar os seguintes empregos/cargos/áreas de atuação na visão do professor:

  • Consultor de gestão ética
  • Instalador doméstico especialista em tecnologia
  • Consultor estratégico
  • Design impressão 3D
  • Especialista em energias alternativas
  • Monitor médico
  • Engenheiro de lixo
  • Cuidadores

Em se tratando de grandes áreas de conjunto de oportunidade de desenvolvimento o professor destacou os seguintes grandes “C”:

  • Coaching
  • Cuidado
  • Conexão

Sucesso, nas palavras do professor, “não é o que você sabe, mas sim interpretar, analisar e interligar os dados disponíveis.”

Por fim o professor elencou as seguintes competências atuais e futuras que serão essenciais em sua visão para o profissional dos próximos anos:

  • Elasticidade mental
  • Competências emocionais
  • Pensamento critico
  • Criatividade
  • STEM
  • SMAC
  • Conhecimento interdisciplinar

 Metodologias Ágeis – SCRUM. Professor David

O SCRUM foi criado pela área de engenharia de software e as outras áreas começaram a utiliza-lo para gestão de seus projetos, isso se deve as necessidades de entregas que os projetos de software apresentam que seriam rápidas demais para uma gestão utilizando os padrões tradicionais de gerenciamento de projetos.

Neste final de semana completou-se 15 anos da menção formal do SCRUM como metodologia ágil.

Seu nome deriva de uma jogada do Rugby, onde o jogador número 8, sempre o maior do time, mantem a pressão para manter o time em conjunto e sempre apontando para a direção do gol, ou seja, mantendo o time trabalhando em prol do resultado desejado.

A base é um ciclo ágil de entregas, normalmente entre uma e duas semanas, com a primeira entrega sendo o cronograma e a priorização das demandas do projeto.

Sua utilização é mais recomendada quando há um nível de incerteza com relação aos requisitos e tecnologias, neste cenário a apresentação de entregas faseadas mas constantes e mais rápidas permite um acompanhamento melhor se os objetivos do cliente estão sendo atingidos ou pelo menos o projeto esta no caminho correto. Como são feitas diversas entregas o produto vai evoluindo conforme as mesmas e o retorno do cliente. Um exemplo desse ciclo são os tablets e sua entrada no mercado, incialmente não havia exatamente uma demanda ou necessidade explicita para estes dispositivos que não eram computadores totalmente e nem simples visualizadores, mas que com o passar o tempo foram sendo evoluídos em cada entrega e acabaram com o mercado dos netbooks, substituindo os mesmos completamente.

Um sprint começa com uma reunião composto pelos seguintes integrantes:

  • Scrum Master
  • Product Owern
  • Time de desenvolvimento / produção

Ao final de todo SPRINT é feita uma entrega, no começo de cada dia/reunião são elaboradas 3 perguntas que tem como objetivo cumprir esta entrega:

  • O que foi feito ontem para atingir a meta de entrega?
  • O que será feito hoje para a atingir a meta de entrega?
  • Qual o impedimento atual que evita a meta de entrega de ser atingida?

Um estilo de gráfico utilizado para acompanhar o SCRUM é o Product Burn Down Chart

Para dimensionar corretamente o tempo necessários para as atividades existe a possibilidade de utilizarmos o SCRUM POKER.

Manual de Epicteto – Enchiridion – 49

XLIX. Quando alguém se mostrar muito confiante na habilidade de entender e interpretar os trabalhos de Chrysippus, diga a si mesmo, “A não ser que Chrysippus tenha escrito de uma maneira obscura, esse pessoa não tem por que ter essa vaidade. Mas o que eu desejo? Entender a natureza e segui-la.Eu pergunto, portanto, quem interpreta ela, e, descobrindo que Chrysippus o faz, eu tenho recorrido a ele. Eu não entendo suas escrituras. I procuro, portanto, alguém para interpreta-las.” E quando eu encontro um interprete, o que me resto é fazer uso de suas instruções. Isso é que deve ser valorizado. Mas, se eu admiro nada a naõ ser a interpretação, o que eu me torno além de um estudioso da gramática em vez de um filosofo? Exceto, é claro, que em vez de Homero eu interprete Chrysippus. Quando alguem, portanto, desejar ler Chrysippus para ele, e prefiro me envergonhas quando não posso mostrar minhas ações de acordo com o discurso dele.

Opinião – devemos sim reconhecer o trabalho bem feito pelas pessoas, mas não precisamos inveja-las, pois se tivermos claramente nossos objetivos em mente, podemos fazer os mesmos trabalhos do tanto que nos dediquemos realmente em nossas ações e nos esforcemos para isso. Não adoremos portanto as pessoas, mas sim os resultados que seus esforços produzem.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Liturgia diária: 34ª Semana do Tempo Comum – Segunda-feira – 27/11/2017

Primeira leitura: Profecia de Daniel (Dn 1,1-6.8-20)

Manter a própria identidade – No terceiro ano do reinado de Joaquim em Judá, Nabucodonosor, rei da Babilônia, foi até Jerusalém e cercou a cidade. O Senhor entregou nas mãos dele Joaquim, rei de Judá, e parte dos objetos do Templo de Deus. Ele então levou tudo para a terra de Senaar e guardou os objetos na sala do tesouro do templo do seu deus.

Depois o rei deu ordem a Asfenez, chefe dos eunucos, para escolher, entre os israelitas da família real ou de outras famílias importantes, alguns moços sem nenhum defeito físico, de boa aparência, instruídos em toda espécie de sabedoria, práticos em conhecimento, gente de ciência, capazes de servir na corte do rei; deu também ordem para que ensinasse a eles a literatura e a língua dos caldeus. O próprio rei marcou para eles uma ração diária da comida e do vinho da mesa real. Eles deveriam ser preparados durante três anos, e depois passariam a servir ao rei. Entre eles estavam Daniel, Ananias, Misael e Azarias, que eram judeus.

Daniel resolveu que não iria contaminar-se com as comidas e o vinho da mesa real. Pediu ao chefe dos eunucos permissão para não aceitar essas comidas. O Senhor fez com que Daniel ganhasse a simpatia do chefe dos eunucos. Este lhe disse: “Tenho medo do rei, o meu senhor, que determinou pessoalmente o que vocês devem comer e beber. Se ele perceber que os rostos de vocês estão mais pálidos que dos outros moços da mesma idade, vocês acabarão me fazendo culpado de um crime de morte aos olhos do rei”. Daniel disse ao funcionário, a quem o chefe dos eunucos havia confiado Daniel, Ananias, Misael e Azarias: Faça uma experiência conosco: durante dez dias vocês nos darão de comer só vegetais e só água para beber. Depois, você compara a nossa aparência com a dos outros moços que comem da mesa do rei. Então faça conosco o que achar melhor”. O funcionário aceitou a proposta e fez a experiência por dez dias.No final dos dez dias, estavam com boa aparência e corpo mais saudável que todos os moços que comiam da mesa do rei. Então o funcionário tirou definitivamente a comida e o vinho da mesa dos moços e passou a dar-lhes somente vegetais. Aos quatro rapazes Deus concedeu o conhecimento e a compreensão de toda a literatura e também sabedoria. A Daniel especialmente, deu o dom de interpretar visões e sonhos.

Terminado o tempo que o rei havia fixado para os rapazes serem apresentados, o chefe dos eunucos levou-os à presença de Nabucodonosor. O rei conversou com eles e não encontrou ninguém melhor do que Daniel, Ananias, Misael e Azarias. E a partir daí, eles ficaram servindo diretamente ao rei. Por tudo o que procurou saber deles em termos de conhecimento e sabedoria, o rei achou que eram dez vezes mais capazes que todos os magos e adivinhos que havia no seu reino.

Opinião – Mesmo diante de um futuro incerto, possivelmente negativo, os jovens decidem se manter fieis a suas tradições, aquelas que foram iluminadas por Deus, e assim colhem frutos em suas vidas. Temos que respeitar e seguir nossas raízes, nossos costumes e tradições, não deixando os mesmos serem substituídos por manias e tendências modernas porém passageiras e superficiais.

Salmo responsório (Dn 3,52s)

— A vós louvor, honra e glória eternamente!

A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. A vós louvor, honra e glória eternamente! Sede bendito, nome santo e glorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

A vós louvor, honra e glória eternamente!

— No templo santo onde refulge a vossa glória. A vós louvor, honra e glória eternamente! E em vosso trono de poder vitorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito, que sondais as profundezas. A vós louvor, honra e glória eternamente! E superior aos querubins vos assentais. A vós louvor, honra e glória eternamente!

A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito no celeste firmamento. A vós louvor, honra e glória eternamente! Obras todas do Senhor, glorificai-o. A ele louvor, honra e glória eternamente!

A vós louvor, honra e glória eternamente!

Opinião – Que sempre louvemos a Deus por ser nosso guia e nosso protetor a todos os momentos, que sempre tenhamos o coração aberto para seus ensinamentos.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 21,1-4)

A verdadeira atitude religiosa – Erguendo os olhos, Jesus viu pessoas ricas que depositavam ofertas no Tesouro do Templo. Viu também uma viúva pobre que depositou duas pequenas moedas. Então disse: “Eu garanto a vocês: essa viúva pobre depositou mais do que todos. Pois todos os outros depositaram do que estava sobrando para eles. Mas a viúva, na sua pobreza, depositou tudo o que possuía para viver.”

Opinião – a nossa entrega a fé tem que ser verdadeira e completa, não somente nos momentos em que necessitamos de Deus, mas em todos os momentos, nos fáceis e nos difíceis.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/34a-semana-tempo-comum-segunda-feira/?sDia=27&sMes=11&sAno=2017

Manual de Epicteto – Enchiridion – 48

XLVIII. A condição de característica de uma pessoa vulgar é que ela nunca espera benefícios ou danos dela mesma, mas de outros. A condição e característica de um filosofo é que ele espera danos e benefícios dele mesmo. As marcas de um experiente são que ele não censura ninguém, elogia ninguém, culpa ninguém, acusa ninguém, não diz coisa alguma sobre si como sendo alguém, ou saber qualquer coisa; quando ele é, em qualquer situação contido, ele acusa a s mesmo; e se ele é elogiado ele ri secretamente daquele que o elogia; caso seja censurado ele não faz defesa alguma. Mas ele faz suas coisas sempre consciente dos doentes e feridos, evitando mover qualquer coisa que esteja correta, até que esteja perfeitamente fixada. Ele controla todos os seus desejos; ele transfere suas aversões para coisas que possam prejudicar sua capacidade de julgamento; a utilização de seus poderes a qualquer coisa é bem gentil; se ele parece estúpido ou ignorante ele não se importa, resumidamente ele se observa como um inimigo, sempre em tocaia.

Opinião – o foco do estoicismo é que devemos nos preocupar somente com nossas ações e reações, não perdendo tempo com aquilo que não esta sob o nosso controle. Aqui a passagem seria que uma ser exemplar não culpa os outros, não se defende de duvidas ou opiniões alheias, pois essas coisas não estão sob o controle dele, logo de nada adianta tentar mudar elas.

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.

Liturgia diária: 34º Domingo do Tempo Comum – Solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo – 26/11/2017

Primeira leitura: Profecia de Ezequiel (Ez 34,11-12.15-17)

O governo de Javé –Assim diz o Senhor Javé: Eu mesmo vou procurar as minhas ovelhas. Como o pastor conta o seu rebanho, quando está no meio de suas ovelhas que se haviam dispersado, eu também contarei as minhas ovelhas, e as reunirei de todos os lugares por onde se haviam dispersado, nos dias nebulosos e escuros. Eu mesmo conduzirei as minhas ovelhas para o pasto e as farei repousar – oráculo do Senhor Javé. Procurarei aquela que se perder, trarei de volta aquela que se desgarrar, curarei a que se machucar, fortalecerei a que estiver fraca. Quanto à ovelha gorda e forte, eu a destruirei, pois cuidarei do meu rebanho conforme o direito”. Quanto a você, rebanho meu, assim diz o Senhor Javé: Vou julgar entre ovelha e ovelha, entre carneiros e bodes.”

Opinião – Deus procurará ativamente cada um de seus fieis, cabendo a estes aceitarem a Palavra de Deus em seus corações. Aqueles que estiverem machucados serão curados, aqueles que estiverem perdidos serão achados. Mas aqueles que estiverem florescendo em cima dos outros, tirando dos irmãos para terem a si mesmos, esses serão punidos.

Salmo responsório (Sl 22)

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Pelas águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo, e com óleo vós ungis minha cabeça; o meu cálice transborda.

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

Felicidade e todo bem hão de seguir-me por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.

O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma.

Opinião – Aceitando o conhecimento de Deus em nossos corações e seguindo o seu caminho, tudo de bom há de termos em nossas vidas.

Segunda leitura: Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios (1Cor 15,20-26.28)

Deus será tudo em todos – Mas não! Cristo ressuscitou dos mortos como primeiro fruto dos que morreram. De fato, já que a morte veio através de um homem, também por um homem vem a ressurreição dos mortos.Como em Adão todos morrem, assim em Cristo todos receberão a vida.Cada um, porém, na sua própria ordem: Cristo como primeiro fruto; depois, aqueles que pertencem a Cristo, por ocasião da sua vinda. A seguir, chegará o fim, quando Cristo entregar o Reino a Deus Pai, depois de ter destruído todo principado, toda autoridade, todo poder. Pois é preciso que ele reine, até que tenha posto todos os seus inimigos debaixo dos seus pés. O último inimigo a ser destruído será a morte.E quando todas as coisas lhe tiverem sido submetidas, então o próprio Filho se submeterá àquele que tudo lhe submeteu, para que Deus seja tudo em todos.

Opinião – Jesus venceu a morte por nós, para nos mostrar que há vida sim quando deixamos para traz nossos corpos mundanos. Havendo ou não um pós vida, que aceitemos que podemos continuar a viver hoje deixando nossos mundos carnais para traz, nos dedicando a vivermos como Jesus, seguindo seu exemplo no Conhecimento do Pai.

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 25, 31-46)

O juízo finalQuando o Filho do Homem vier na sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. E colocará as ovelhas à sua direita, e os cabritos à sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham vocês, que são abençoados por meu Pai. Recebam como herança o Reino que meu Pai lhes preparou desde a criação do mundo. Pois eu estava com fome, e vocês me deram de comer; eu estava com sede, e me deram de beber; eu era estrangeiro, e me receberam em sua casa; eu estava sem roupa, e me vestiram; eu estava doente, e cuidaram de mim; eu estava na prisão, e vocês foram me visitar’. Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber? Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? Quando foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ Então o Rei lhes responderá: ‘Eu garanto a vocês: todas as vezes que vocês fizeram isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizeram.’

Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastem-se de mim, malditos. Vão para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Porque eu estava com fome, e vocês não me deram de comer; eu estava com sede, e não me deram de beber; eu era estrangeiro, e vocês não me receberam em casa; eu estava sem roupa, e não me vestiram; eu estava doente e na prisão, e vocês não me foram visitar’. Também estes responderão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou sem roupa, doente ou preso, e não te servimos?’ Então o Rei responderá a esses: ‘Eu garanto a vocês: todas as vezes que vocês não fizeram isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizeram’. 46 Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna.”

Opinião – não devemos fazer o bem somente para Deus, devemos fazer o bem sempre, a todo momento que tivermos oportunidade. Deve ser nossa ação natural ajudar o próximo, não uma atitude sempre pensada ou que vá trazer dádivas a nos no futuro.

Um  bom domingo a todos.

Textos leituras: Bíblia Sagrada – edição Pastoral – Editora Paulus 1990, 65º impressão
Disponível em: http://www.paulus.com.br/biblia-pastoral/_INDEX.HTM

Salmo: Canção nova. Disponível em https://liturgia.cancaonova.com/liturgia/34o-domingo-tempo-comum-solenidade-de-jesus-cristo-rei-universo/?sDia=26&sMes=11&sAno=2017

Manual de Epicteto – Enchiridion – 47

XLVII. Quando você adquirir os suprimentos necessários para o seu corpo por um preço baixo, não fique se vangloriando sobre isso; nem, se você beber agua, fique dizendo a todo momento “Eu bebo agua”. Primeiro, considere por quanto mais dificuldades os pobres e necessitados passam do que nós. Mas se a qualquer momento você enfrentar trabalhos desafiadores e desafios difíceis, os cumpra pelo seu próprio bem, e não para o mundo; não agarre estátuas, mas, quando você estiver sedento, tome um pouco de agua gelada em sua boca e a cuspa sem contar a ninguém.

Opinião – nossas conquistas devem ser comemoradas internamente, devemos trabalhar e agir pelo nosso bem, mas não devemos ficar alardeando os mesmos a 4 ventos. Devemos pensar sempre naqueles que passam por muito mais dificuldades do que nós e quando possível ajuda-los, tendo sempre em nossa mente como as coisas poderiam ser muito mais difíceis do que elas são para nós. Nesse mundo moderno onde vivemos a de aparências e de ficar ‘postando’ para todos cada uma de nossas conquistas, cria-se uma competitividade besta, pois conforme trabalhado pelo estoicismo somos responsáveis apenas pelas nossas ações e pensamentos e suas consequências, mesmo esfregando na cara dos outros nossas conquistas, não quer dizer que eles vão nos incentivar, apoiar ou parabenizar, logo porque ficar na dependência da aceitação e likes deles?

N.T: tradução minha a partir do texto de Elizabeth Carter disponível em http://classics.mit.edu/Epictetus/epicench.html.
Esse é um trabalho de pratica do meu inglês e também para conhecimento maior da Obra de Epicteto.