O investimento que você tem mais controle é sua taxa de poupança.

Traduzo abaixo o artigo de Eric Ravenscraft localizado no Lifehacker.com. Gostei desse artigo pois ele realça a importância de se criar o habito de poupar, e após esse habito estar bem agregado ao nosso dia a dia e modo de viver, podemos começar a colher bons frutos após um período de tempo. Vai direto ao encontro da regra: “Gastar menos do que se ganha, poupar a diferença”. Poupança aqui não refere-se somente a utilização da cardeneta de poupança, mas sim o ato de poupar, deixar de gastar, economizar.

Investimentos são inegavelmente voláteis. Esteja você investindo em ações, títulos ou fundos indexados, há sempre um risco de que você talvez não ganhe de volta tudo o que esperava. Só há uma coisa que você tem total controle sobre: sua taxa de poupança.

Você tem tanto controle sobre a quantia que você poupa quanto sobre o seu orçamente. O que reconhecidamente pode não ser muito. Há uma razão para que os consultores financeiros recomendem poupar desde cedo, sempre e o máximo que possível: você nunca vai conseguir um retorno do tamanho do tanto que você esta poupando. Como o blog de finanças pessoais Mom and Dad Money explica:

“A verdade é que todo esse foco no retorno é muita falação e pouca ação. Porque na primeira DÉCADA da sua vida de investimento, o retorno que você obter, bem ou mal, pouco importa. Só há uma coisa que realmente importa, e a boa noticia é que você tem total controle sobre ela: sua taxa de poupança.”

Leia qualquer artigo sobre juros compostos e você ira ver, que enquanto o retorno a longo prazo é muito importante, isso pode demorar anos para realmente fazer uma diferença. Durante a década que irá levar a isso, a melhor maneira de você maximizar seus investimentos não é escolher o fundo indexado correto. A melhor coisa que você pode fazer é poupar mais. Até mesmo somente alguns dólares ao mês serão melhor do que nada.

 

 

Além da poupança: Guia do Imposto de Renda

Chegou a hora de declarar o seu patrimônio liquido para a dona receita federal, e com o tanto de termos, frases, itens e outros pormenores não muito claros na hora do preenchimento dos dados do programa, é sempre bom poder contar com um guia nessas horas, e o ADP do Além da Poupança disponibiliza novamente um bom para isso neste artigo.

O download (vulgo baixar em bom português) dos programas poder ser feito através deste endereço http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2015/declaracao/download-programas.htm

Clube dos Poupadores: Letrinhas miudas e pegadinhas de contratos

Já firmou um contrato de financiamento ou emprestimo e sentiu que seus pagamentos não batiam com as taxas anunciadas, ou um leve ‘cheiro de enxofre’ no ar? Nesse post do otimo blog Clube dos Poupadores é explicado o motivo disso acontecer: a diferença entre os juros anunciados e os verdadeiros juros que você acaba pagando quando firma um contrato, o chamado Custo Efetivo Total – C.E.T e como ele só aparece em letras miudas e dificeis de ler.